Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

domingo, 14 de abril de 2019

As vitórias e as ameaças para o antifeminismo e para o Masculinismo no Brasil em 2019

Acho que nós antifeministas tivemos muitas vitórias nos últimos tempos. Nós realmente conseguimos nos contrapor ao feminismo e, embora ainda não o tenhamos varrido da face da Terra, nós impedimos as feministas de continuarem avançando. Agora, elas não estão mais na ofensiva tentando legalizar o aborto ou leis contra assédio; mas elas estão na defensiva, tentando não perder o que já tem e isso é uma vitória nossa. Todos os masculinistas e antifeministas do Brasil e do mundo estão de parabéns, porque conseguimos barrar o avanço feminista e estamos agora contra-atacando.
Mas a guerra nos obriga, às vezes, a fazer alianças com grupos que na verdade não concordamos. Eu vejo que muitos antifeministas comemoraram a vitória do Bolsonaro para presidente. É claro que, se você destruir todo o país, as feministas serão destruídas também, o problema é que todo mundo no país também vai se ferrar e esse é o problema do Bolsonaro: ele vai ferrar com todo mundo, e não apenas com as feministas. Eu nunca apoiei o Bolsonaro para presidente. Embora eu fosse a favor dele na Câmara dos Deputados, porque na Câmara, ele não faria estragos significativos contra o país; mas apenas iria nos divertir xingando a Maria do Rosário.
Agora como Presidente, um sujeito incompetente como ele, um analfabeto funcional que admite que não entende nada de economia é pior do que jogar bombas atômicas nas cidades. Ele e aquele miserável do Paulo Guedes vão destruir o Brasil se não forem detidos a tempo.
Aquele partideco dele, o PSL é um partido asqueroso e ridículo. Nem o Bolsonaro acredita no Partido, ele apenas se filiou porque foi o único que deixou ele concorrer a presidencia. O Bolsonaro já trocou de partido várias vezes na vida dele, o que nos mostra que ele não tem crenças fortes; mas ele muda conforme o rumo dos acontecimentos. As cagadas diárias dele estão aí para todo mundo ver.
O erro do PT foi apoiar toda escória da sociedade. O PT é o Partido dos Trabalhadores e deveria apoiar os trabalhadores, que são as pessoas decentes que constroem esse país. Não poderia apoiar um gay enquanto gay; mas enquanto trabalhador e o mesmo com as feministas, os negros e os indigenas e travestis. Qualquer grupo que tivesse uma aparência de oprimido, era apoiado incondicionalmente por aquelas mulheres ridículas do PT e pelos cornos mansos do Partido. Não poderia dar em outra coisa. Por que o Lula foi eleger uma incompetente como a Dilma? Para puxar o saco das feministas. A Dilma foi uma Presidente terrivel, não fez porcaria nenhuma pelo país, não fez a economia crescer e só apoiou putaria. Acho que mulher só pensa em putaria, por isso, quando a gente dá poder para mulher, elas só fazem putaria.
O erro do Presidente Lula foi ter indicado aquela mulher incompetente para ser Presidente. Não tem nada a ver com corrupção; mas sim, em querer bajular o movimento feminista. Este foi o erro do Lula e disso e apenas disso ele é culpado, embora isso não seja crime. Sim, o Presidente Lula não merecia estar preso, porque ele não cometeu nenhum crime. Prenderam o Lula para impedir ele de concorrer à Presidência. Foi um processo mais fraudulento do que os processos de bruxaria da Inquisição na Idade Média.
O que o Presidente Lula deveria ter feito era o que o Presidente Putin fez na Russia: elegeu um espantalho; mas continuou no poder. A Dilma deveria ser que nem o Medvedev na Russia: um espantalho para o Lula continuar governando. Ao ser eleita, a primeira coisa que a Dilma deveria ter feito era nomear o Lula como Ministro Chefe da Casa Civil e deixar ele mandando em tudo. Mas, o Lula não quis magoar os sentimentos dela e deixou ela lá, sozinha e ela só fez cagada atrás de cagada.
Ah, mas a eleição do Bolsonaro vai desmantelar a máfia feminista no governo. Assim espero, embora ele seja tão incompetente, que talvez nem isso ele consiga. Construir alguma coisa ou fazer a economia crescer eu tenho certeza de que o Bolsonaro é incapaz, pois é um jumento. A única coisa que ele sabe fazer é destruir e a única coisa boa que poderiamos esperar de um governo dele seria desmantelar a máfia feminista no governo e nas Universidades Federais. Mas acho que nem isso aquele imbecil fará. O que vai acontecer de mais provável é a deterioração das condições de vida e de trabalho e emprego, a redução do crescimento econômico, o aumento do desemprego e o desmantelamento dos mecanismos de proteção social, como a previdência. E isso vai ser péssimo para a nossa luta antifeminista, porque daqui a dois anos no futuro, ninguém mais vai estar preocupado com essas questões de feminismo, já que a deterioração das condições de vida e de emprego farão com que a maioria só se preocupe em sobreviver.
Nós precisamos elevar as condições de vida e de trabalho do povo brasileiro, para que eles possam se preocupar com coisas além da mera sobrevivência, como a injustiça do feminismo contra os homens. Mas nós só conseguiremos engajamento na luta contra o feminismo, se o povo não estiver usando todo o tempo e energia para a mera sobrevivência, para apenas conseguir comprar o pão francês do dia seguinte.
Então o que nós devemos fazer agora? Olha, nós devemos abandonar a canoa furada do Bolsonaro o mais rapidamente possível. Não devemos defender ele e nem o governo dele, porque em breve ele vai cair e, se não nos afastarmos dele, nós afundaremos juntos. Não há beneficio nenhum para o masculinismo e para o antifeminismo em apoiar o Bolsonaro agora. A Igreja Católica aprendeu a duras penas o tremendo custo de se meter na política, no século XX. Nós não devemos cometer o mesmo erro que a Igreja Católica cometeu e devemos nos afastar desse lixo político. Até porque não faria a menor diferença o nosso apoio ou não para esse Bolsonaro agora. Ele está lá e vai afundar em breve e cabe a nós nos salvarmos a nós mesmos AGORA.
O nosso trabalho é um trabalho de Guerra Psicológica contra o feminismo. Nós não devemos ser um grupo de lobby junto ao governo. E nós devemos usar nossos aliados acidentais até o momento em que nos sejam úteis e abandoná-los quando deixarem sua utilidade. Não devemos nos comprometer com uma posição política fixa, porque o nosso compromisso e a nossa meta é apenas varrer com o feminismo da face da Terra.
Afastem-se do Bolsonaro enquanto é tempo, porque em breve o povo brasileiro vai querer linchar ele e seus apoiadores, como aconteceu com o Collor de Mello.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

A importância das revistas no desenvolvimento de um país

Eu sempre tentei entender por que as coisas são como são. Por que algumas pessoas são ricas e felizes e outras não. Por que alguns países são mais prósperos do que outros. Questões sobre o Programa Espacial, economia, energia e, nos últimos anos, questões sobre a guerra dos sexos que as feministas nos impuseram.
Mas não é sobre feminismo que quero falar agora. Sempre me perguntei: Por que os Estados Unidos sempre inovaram a tecnologia tão rapidamente e o Brasil nunca sequer teve qualquer chance? A resposta me parecia estar relacionada a alguma lei do governo ou a alguma questão e incentivo econômico que os Estados Unidos tivessem; mas o Brasil não. Mas, recentemente me ocorreu uma outra idéia.
Acessei um site do Google, contendo as edições dos últimos cem anos da Revista americana Mecanica Popular: https://books.google.com.br/books?id=Dt4DAAAAMBAJ&redir_esc=y
Nessa revista, desde 1905 haviam anúncios sobre cursos por correspondência, sobre agências que patenteavam invenções, anúncios de propaganda oferecendo recompensas a inventores que resolvessem determinados problemas. O Brasil nunca teve uma revista similar. Houveram algumas tentativas no Brasil, como a revista Mecânica e Ciência, muito boa, que ainda tem alguns exemplares que podem ser adquiridos no Mercado Livre e a própria Revista Mecânica Popular que foi publicada no Brasil durante alguns anos, sob licença da matriz norte-americana, publicando alguns artigos da revista traduzidos para o português. Curiosamente durante o período de publicação dessas revistas no Brasil, foi justamente a época em que o Brasil mais se industrializou, mais progrediu tecnicamente. Depois, as revistas faliram e fecharam. Eu acredito que essa revista Mecânica Popular foi o segredo do progresso técnico por detrás dos Estados Unidos no século XX, porque ela publicava, inspirava e incentivava as invenções, o estudo por correspondência, a monetização das patentes das invenções. O Brasil precisava ter uma revista parecida, para fazer progredir o setor de inovação a meu ver. As revistas, ao contrário da crença atual, são muito mais importantes do que se imagina. Foi através de uma revista que o Arnold Schwarzenegger teve acesso ao conhecimento da existência do fisiculturismo e que mudou o curso da vida dele e do mundo. O movimento nudista avançou no século XX graças às revistas. Claro que isso pode parecer bobagem; mas nos mostra a importância desse veículo de divulgação. Ele é mais acessível do que um livro, não é restrito a um único tipo de texto, porque contém imagens, páginas diagramadas, vários artigos, reportagens. Enfim, me parece que o melhor meio de se divulgar uma certa informação num país ou numa região é através de uma revista, porque ela é mais barata do que um livro, tem mais probabilidade de ser lida do que um livro e pode conter anúncios de venda de determinados livros ou cursos por correspondência, além de ser um meio de inspirar e fazer surgir nas pessoas o desejo sobre um determinado tema: o nudismo, a mecânica e as invenções, o fisiculturismo ou, no meu caso, as travestis. Foi através de revistas nos anos 90 que eu tive conhecimento da existência de travestis e de que era possível para um homem ter a aparência de uma mulher. Essas revistas foram o início do que hoje eu chamo de Transmasculinismo e de Transfisiculturismo. Se essas revistas não tivessem existido, talvez nunca eu tivesse tido a idéia de usar as travestis como arma de guerra psicológica contra o feminismo. Enfim, acho que nós deveriamos ter mais revistas. Hoje em dia, não existem mais revistas de travestis e ficaria dificil competir com a internet, que oferece as imagens de graça. Isso no Brasil, porque nos Estados Unidos eles possuem a excelente revista Transformation Magazine, dedicada inteiramente a divulgar e incentivar a produção de Travestis nos Estados Unidos. Talvez esse seja o segredo do sucesso americano: as revistas, que nós brasileiros muitas vezes desprezamos. Assim como no século XX a revista Mecânica Popular fez os Estados Unidos serem o país líder em inovação tecnológica e de mecânica e energia, a revista Transformation Magazine, está fazendo os Estados Unidos serem o país líder na fabricação de Travestis em larga escala.
Precisamos ter uma revista sobre Mecânica e Ciência no Brasil, para incentivar as inovações tecnológicas, assim como a revista Mecânica Popular existe nos Estados Unidos. Temos que ter revistas de musculação, para incentivar o fisiculturismo e revistas de travestis, para incentivar a fabricação de travestis, assim como revistas antifeministas para estimular o antifeminismo e revistas de nudismo e assim por diante, para irmos mudando a mentalidade do país aos poucos, por osmose. Mas eu, faria diferente no Brasil, não imitaria simplesmente as revistas americanas. Nos Estados Unidos, as revistas tem no mínimo, 100 páginas, como a Popular Mechanics ou a Transformation Magazine. Aqui no Brasil, eu acredito que as revistas não podem ultrapassar as 32 páginas, mas devem ser bem produzidas, bonitas e bem escritas e úteis. O menor número de páginas servirá para duas coisas: primeiro, fará com que as revistas sejam mais lidas e segundo, diminuirá os custos de produção das mesmas e, consequentemente os preços. Acredito que o motivo da crise das editoras de revistas no Brasil seja o fato de que elas apenas copiam os modelos americanos, fazendo revistas muito requintadas e volumosas, com muitas páginas e, por isso mesmo, muito caras e inacessíveis para a maioria da população. As editoras de revistas também devem ser enxutas, com o menor custo fixo operacional possível, sem muitos funcionários, fazendo com que a maior parte dos custos sejam os de impressão, divulgação e distribuição e promoção das revistas, reduzindo ao mínimo indispensável os custos editoriais; mas sem perder a qualidade técnica.


quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

A falácia do Mansplaining feminista

Sinceramente falando, estou relativamente satisfeito com o progresso com que o antifeminismo detonou com várias posições feministas nos últimos anos. Nos Estados Unidos, na Russia e no Brasil conquistamos posições importantes e em toda parte o feminismo e as feministas são questionadas, e o que elas falam não é mais considerado dogma sagrado. Assisti recentemente um vídeo de um programa da Fátima Bernardes no qual uma feminista tenta humilhar um rapaz da platéia que fez uma colocação, chamando o que o rapaz estava fazendo de "Mansplaining" que seria explicar para uma feminista o que era feminismo, o que, segundo ela é desnecessário, já que as feministas sabem o que é feminismo. Ora, se de fato soubessem o que é feminismo, elas não seriam feministas. Mansplaining não passa de uma palavra que elas inventaram para intimidar os oponentes nas argumentações. Significa desqualificar a argumentação do adversário pela própria pessoa do adversário e não pela argumentação em si. Ou seja, é mais uma falácia feminista. É uma palavra que elas inventaram, como tantas outras, que nem existe nos dicionários. Na época da Guerra Fria, com os comunistas pelo menos, eles usavam técnicas de argumentação da lógica, da retórica, da guerra psicológica. Mas com as feministas elas só usam falácias do Jardim da infância, como essa rotulação sistemática: Mansplaining, feminismo interseccional, Backlash. Em resumo: elas dizem que o nosso argumento não serve, porque nós somos muito burros para entender alguma coisa. Olha, mas mesmo que elas tivessem razão no feminismo, o fato é que agora, os homens não querem mais ajudar o feminismo. Mesmo que a teoria feminista estivesse correta sobre o Patriarcado, a opressão e a coisa toda, nós homens não vamos mais ceder nenhum milímetro para elas e vamos reconquistar muito do território que perdemos. Nós não gostamos das feministas e do feminismo, não interessa se elas tem razão ou não; nós queremos ver o feminismo varrido da face da Terra.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Eleições na Espanha mostram avanço da Direita e do antifeminismo na Andaluzia

Tem uma noticia no Diario do Centro do Mundo, https://www.diariodocentrodomundo.com.br/eleicoes-em-andaluzia-mostram-a-extrema-direita-que-quer-espanha-grande-de-novo-por-esther-solano/
falando sobre o avanço da Direita à lá Bolsonaro na Andaluzia na Espanha. São contra o chamado Marxismo Cultural e contra o feminismo e querem uma Espanha "grande de novo". É como fazer uma bomba atômica, é preciso que se atinja uma massa crítica de Urânio ou de Plutônio, para que a explosão nuclear ocorra. Parece que o nosso trabalho alcançou ou está prestes a alcançar essa massa crítica antifeminista, que vai explodir com o feminismo da face da Terra e varrê-lo para o esgoto da história, que é o lugar dele. Não imaginei que as coisas fossem acontecer tão rápido. Mas, parece que estão, graças a uma conjunção de fatores, que não convém enumerar aqui, por falta de tempo e de espaço. Desde o inicio da minha luta contra as feministas, baseei a minha estratégia na guerra de guerrilhas, no Marketing Viral, na estratégia do fraco contra o forte, porque eu bem sabia que o mundo não é como as feministas o descrevem: com um suposto patriarcado opressor contra indefesas mulheres; mas sim, é um conglomerado de uma máfia feminista, financiada por sociedades secretas satânicas de homens canalhas (maçonaria), e que a força delas, bem como a organização e a infiltração dentro do governo eram infinitamente maiores do que a dos antifeministas e dos masculinistas.
Também, desde o inicio, tentei enfraquecer a aliança das feministas com seus aliados tradicionais: os grupos LGBT, enfocando principalmente as Travestis, que me pareciam o ponto fraco do grupo LGBT, o grupo que mais facilmente poderia ser cooptado para o que eu chamei de Transmasculinismo. Só o fato de provocar a divisão no movimento LGBT e a oposição das Travestis ao feminismo foi uma vitória em si mesma, mas isso ajudou mais ainda, porque confundiu completamente as militantes feministas, que rotulavam os masculinistas de machistas homofóbicos. Ora, como poderia um machista homofóbico defender que homens se transformassem em travestis e, mais ainda: que namorassem travestis ao invés de mulheres? Nesse caso, a confusão que eu criei nas hostes feministas nos foi vantajosa pelo tempo que ganhamos, retardando que elas entendessem completamente nossa estratégia. Aquela moça, a Ana Caroline Campagnolo, antifeminista, foi eleita deputada, e o Jair Bolsonaro foi eleito presidente; embora eu não quisesse o Bolsonaro como Presidente, porque eu achava ele mais útil como deputado. Como Presidente, certamente ele fracassará, mas, durante o começo do governo dele, vamos torcer para que pelo menos ele desmantele parte da máfia feminista que se alojou nas Universidades Federais e em órgãos do governo. Quanto à Maçonaria, como sempre, não podemos esperar nenhum ataque por parte dele, já que é amiguinho dos maçons, o que significa que a nossa luta deverá continuar, após a aniquilação do feminismo, através da aniquilação da Maçonaria. O ruim é que, com a política econômica neoliberal daquele canalha do Paulo Guedes, se de fato ele for Ministro do governo do Bolsonaro, vai jogar dezenas de milhões de brasileiros no desemprego e na miséria extrema, o que fará com que dezenas de milhões de soldados potenciais do nosso exército antifeminista, não poderão jamais ser recrutados, já que estarão ocupados demais tentando sobreviver, para ganhar ao menos o pão do dia seguinte. Não tenho dúvidas de que o Bolsonaro e aquele canalha do Paulo Guedes vão arruinar a economia do Brasil. A desnacionalização de nossa indústria, inclusive do agronegócio, já é quase total. O povo brasileiro só tem duas opções: ou ser escravo de buceta ou ser escravo de multinacional americana. Ou ambas. A única coisa que me consola é o fato de saber que pelo menos o Presidente Getúlio Vargas está morto, porque se ele estivesse vivo, estaria sofrendo horrores com o desmantelamento do Estado Nacional que ele ajudou a forjar. Muito triste isso. Serve para nos lembrar que qualquer alegria neste mundo sempre será limitada e imperfeita. Embora nos alegremos com o fim do feminismo, o preço que teremos que pagar por isso será a destruição do Brasil e do que resta da nossa indústria nacional pelo canalha do Bolsonaro e do Paulo Guedes. Não sinto mais muitas forças dentro de mim mesmo. Não sinto mais vontade de continuar combatendo o feminismo, da forma como eu combatia aqui neste e em outros sites. Evidentemente odeio o feminismo mais do que tudo e culpo as feministas pela destruição final do Brasil, porque foi graças a elas que os homens se enfraqueceram e perderam a capacidade de lutar contra a expoliação estrangeira. Aliás, acho que esse deve ter sido o plano dos Estados Unidos ao propagar o feminismo. 

sábado, 1 de dezembro de 2018

As mulheres são a classe opressora





O feminismo destruiu o relacionamento entre os homens e as mulheres. A mulher, virou a maior inimiga do homem moderno, graças ao feminismo. A divisão que o feminismo provocou, transformou as mulheres numa classe social privilegiada, numa classe opressora; ao mesmo tempo que transformou os homens na classe oprimida. Em resumo, é isso o que está acontecendo. No século XIX, quando os marxistas tentaram definir as classes sociais em opressoras e oprimidas, eles tinham uma perspectiva diferente da nossa: Naquela época, questões econômicas e de sobrevivência tinham prevalência sobre todas as demais, logo, era natural naquela época eles verem os capitalistas, os donos dos meios de produção como sendo a classe dominante e o proletariado como a classe dominada. Só que hoje em dia os tempos mudaram. Questões de sobrevivência econômica não são tão primordiais na sociedade moderna haja vista o progresso técnico e econômico das nações e a superação do recurso às guerras mundiais; salvo guerras localizadas em países problemáticos desde sempre. Não, hoje sabemos que nossa sobrevivência está garantida, porque há oferta suficiente de alimentos, energia e empregos. Não é o ideal; mas é melhor do que havia no século XIX. Hoje em dia, o que preocupa são as questões de relacionamento, justamente porque as questões de sobrevivência ficaram num segundo plano. Contudo, isso é apenas aparência, porque na realidade, a sobrevivência dos homens está ameaçada pelo aparato judicial-feminista da sociedade feminazi opressora moderna. O capitalista continua explorando a mão de obra barata e continua manipulando as eleições para colocar fantoches no poder (Bolsonaro), que mantenham o desemprego elevado e os salários baixos. Mas isso até dá para entender, homens explorando outros homens. Mas as mulheres estão explorando os homens, junto com os capitalistas, logo, elas se tornaram a classe opressora do proletariado, juntamente com os capitalistas. Elas exploram o trabalho dos homens através das escorchantes e exorbitantes pensões alimenticias das cortes de divórcio. De uma forma muito mais descarada e pior do que o capitalista que explora a mais valia do trabalho do proletariado. Porque o capitalista explora por vias indiretas, através do lucro, da mais valia. Já a mulher moderna feminista, não; ela explora através da pura, simples e descarada ESCRAVIDÃO do ex-marido, nas cortes de divórcio. Sempre a classe dominante cria um aparato ideológico para justificar sua exploração. O feminismo alcançou seu intento. Escraviza os homens sem dar nada em troca. 

domingo, 28 de outubro de 2018

Como fazer sexo com uma feminista

Bom galera, eu sei que pode parecer escatológico, mas pode acontecer de alguma feminista desesperada querer fazer sexo com vocês. Diante disso, o que fazer? A única posição aceitável para se fazer sexo com uma feminista é a do video logo abaixo:


Detalhe: Só pode fazer isso depois da cagada e não pode puxar a descarga!

domingo, 19 de agosto de 2018

Eleições 2018 e Masculinismo, Feminismo e Antifeminismo

Já estou há um bom tempo sem escrever nada sobre o feminismo e sobre o masculinismo. Ultimamente tenho me focado no meu site de travestis: www.amamostravestis.com.br
Mas agora, já chegou o momento de retornar um pouco, porque vejo muita desorientação nos meios masculinistas e feministas. O primeiro ponto, é que deveríamos ficar de fora dessas questões partidárias, porque isso queima o filme dos masculinistas. Quer dizer, uma antifeminista amiga minha, como a Abigail, dona do site avezdoshomensqueprestam apoiando abertamente o Bolsonaro me enojou. Igualmente se alguém apoiasse o candidato do PSDB ou do PMDB isso também seria nocivo para nós, porque iria nos associar a uma pseudo-direita desprezível.
Infelizmente o Presidente Lula está preso. O erro que ele cometeu não foi nenhum crime; mas foi ter escolhido aquela incompetente da Dilma como sucessora e ter abandonado ela sozinha no cargo de Presidente. O que o Lula deveria ter feito, é o mesmo que o Presidente Putin fez na Russia, quando deixou o cargo de Presidente, ele elegeu o Medvedev Presidente, que imediatamente nomeou o Putin Primeiro Ministro. É isso que a Dilma deveria ter feito em 2010, ela deveria ter nomeado o Lula para um cargo equivalente ao de Primeiro Ministro, para que ele jamais tivesse saído do poder. Poderia ser Ministro Chefe da Casa Civil aqui no Brasil, já que não temos primeiro ministro aqui; mas na prática o Lula continuaria sendo o Presidente. Mas, parece que o Lula não quis ferir os sentimento da Dilma, porque todos falavam que ela era um poste e ele não queria confirmar as suspeitas. Mas era essa que deveria ter sido a função dela: ser um poste do Lula, assim como o Medvedev é um poste do Putin na Russia. Mas, enfim, as coisas desgringolaram da pior forma possível, na pior sequencia possível.
É bem verdade que a agente feminazi do PT deu uma maneirada agora, embora elas ainda estejam produzindo seus lixos acadêmicos nas Universidades Federais 24 horas por dia. Mas, para nós, foi uma coisa ruim, porque agora, com os mais de dez milhões de desempregados e com quem tem emprego com medo de perder, vai ficar dificil atrair pessoas para essas questões de gênero, para o lado do masculinismo, porque hoje em dia, as pessoas não estão mais preocupadas com relacionamentos; mas estão preocupadas em sobreviver.
Agora, aparecerem masculinistas e antifeministas apoiando Jair Bolsonaro, Geraldo Alckmin, para presidente, é o fim da picada. Deveriam ficar calados nessa eleição, para não passarem por otários. Ou deveriam apoiar o Eymael do PSDC ou o Ciro Gomes do PDT, que seria menos pior e menos vergonhoso. Vejam, a tarefa de vocês não é decidir a eleição, porque os nossso bloguezinhos tem alcance limitadissimo e o poder de convencimento dos masculinistas brasileiros reduziu muito depois que apoiaram o Bolsonaro. A nossa tarefa é simplesmente sairmos o menos chamuscados possível dessa eleição. E, para isso, é melhor apoiarmos o Eymael, do PSDC, o Partido da Social Democracia Cristã, porque, mesmo que ele não ganhe, depois ninguém poderá jogar uma pedra em nós dizendo que somos de direita ou que somos de esquerda. Nós não temos poder ou capacidade de influenciar a eleição para Presidente. Ponham isso na cabeça de vocês e parem de queimar o filme do masculinismo, apoiando escórias do quilate do Bolsonaro ou do Alckmin.
O Bolsonaro nos era útil como deputado. Agora, como candidato a presidente, ele tem menos utilidade do que um trenó de neve no Pantanal. A Sara Winter pode ter virado antifeminista, mas ela ainda tem um parafuso solto, e a prova disso é que ela apoia o Bolsonaro. Por isso eu digo: nessas eleições a tarefa do masculinismo é sair o menos chamuscada que conseguir. E, para isso, precisamos apoiar um candidato neutro, que não provoque emoções de fúria em ninguém e esse candidato é o Eymael do PSDC.
Para os demais cargos, votem em candidatos que já tenham ajudado a sua região de alguma forma, ou que tenham capacidade e boas propostas para o desenvolvimento regional da sua região.
O feminismo está incrustado como uma ferrugem nas Universidades Federais principalmente. Os trabalhos acadêmicos não são publicados se questionam os dogmas do feminismo. Por isso, o nosso campo de batalha, no começo, deve ser a opinião publica, os jornais, a mídia, a internet. Devemos denunciar essa máfia feminista nas Universidades Federais até adquirirmos poder o bastante para contra atacá-las nos meios acadêmicos. Precisamos desqualificar a produção pseudocientífica das Universidades Federais nos termos mais desaforados que formos capazes de empregar. Mas temos que fazer isso perante a opinião publica e não dentro do sistema de artigos científicos das Universidades Federais, porque elas já estão todas dominadas pelo Feminismo. Quem conseguir fazer algum curso de especialização ou Mestrado e Doutorado numa Universidade Particular, tente publicar trabalhos cientificos contra o feminismo. Mas, nas Universidades Federais é perda de tempo sequer tentar.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

E se Jesus visse o que as feministas fizeram na Marcha das Vadias?

Já faz quase dois anos que me afastei desse universo de guerra de gêneros. Parei de acessar todos os sites sobre esses assuntos, porque aquelas feministas me faziam mal psicologicamente. Este ano eu também não assisti televisão, nem TV por assinatura, nem netflix, nem nada disso. Saí do facebook também e de todos os grupos do whatssapp, mas no whats eram grupos de trocas, que enchiam a memória do meu celular com fotos.
Fui na Seicho No Ie, na Igreja Católica, nos Mórmons e na Igreja Presbiteriana. Na Presbiteriana, o grande atrativo é que depois dos cultos, eles dão um panelaço de arroz carreteiro grátis para quem vai nos cultos. Tem muitos jovens nessa Igreja, muitas moças bonitas, mas definitivamente eu era o homem mais bonito de toda aquela congregação que eu fui. Tinha muitas moças bonitinhas, mas eu tinha ido porque um aluno da faculdade que ficou meu amigo, insistiu para que eu fosse. No sábado passado, esse meu amigo me convidou que eu fosse; mas eu não fui, porque eu só iria por causa das mocinhas da Igreja e pra mim isso não é certo. Eu gostei mais dos mórmons de todas essas que eu fui, embora algumas coisas eu discorde, mas a maioria eu acho que são boas idéias que eles tem lá. O problema da Presbiteriana é que eles criticam a Igreja Católica e só usam a biblia e eles fazem cultos voltados para jovens, e eu não me sinto à vontade. Não sou mais jovem. Já tenho 37 anos. Me senti melhor nos mórmons, porque eles tem uma atmosfera mais de respeito, eles tem muito mais material além da biblia para estudarmos, sem contar o livro de Mórmon, que, por sinal, já li inteiro e terminei há duas semanas atrás. Os mórmons tem muito material útil para fortalecimento das familias e dos casamentos e da sociedade em geral. E o material dos mórmons está todo disponível gratuitamente para qualquer um, basta baixar o aplicativo biblioteca do evangelho no seu celular ou tablet ou computador e você terá acesso a todos os livros, revistas, e videos dos mórmons. Eles ensinam umas coisas bem legais mesmo. O livro de Mórmon é meio intragável no começo; mas depois fica até que interessante. Acho que ele é meio tipo que nem o Apocalipse da biblia, é um conjunto de alegorias. Não são fatos históricos; mas alegorias para facilitar o entendimento da doutrina. É assim que eu vejo. Jesus mesmo só ensinava por parábolas, não é? Eu acho que as feministas deveriam tentar se reaproximar de Deus. Imagine se Jesus visse o que elas fizeram nas Marchas das Vadias? Será que Jesus ficaria feliz com o que ele teria visto? Com aquilo que elas fizeram com o crucifixo e com as estátuas de sua mãe? As feministas deveriam fazer uma auto-análise, porque se alguém odeia Jesus, é porque essa pessoa está profundamente influenciada por demônios. Eu cheguei à conclusão de que de fato Jesus é Deus e que de fato existem demônios que influenciam as pessoas para o mal. E isso é uma verdade evidente por si mesma.
Ah sim, o meu projeto das travestis está indo de vento em popa! Só vou citar dois nomes: Blaire White e Caitlin Jenner. Não sei se as feministas vão conseguir estragar as travestis aqui no Brasil; mas, se elas não conseguirem isso, será graças a mim e ao meu Transmasculinismo.
A Dilma caiu, exatamente da forma que eu previ que ela cairia. Agora, a minha esperança é que o Lula ou o Ciro Gomes cheguem no poder, e destruam o poder do Poder Judiciário maçônico que temos no Brasil e que é o grande inimigo de todos os homens brasileiros, com suas iniquidades e seus julgamentos parciais.
Mas eu acredito que a força satânica pior de todas e mais maligna, que está por detrás de tudo de ruim que está acontecendo no nosso país é a Maçonaria. O curioso é que as feministas nunca reclamaram da Maçonaria por ela não permitir a entrada de mulheres. As feministas reclamam da Igreja Católica porque não permite a ordenação de mulheres sacerdotisas; mas elas não reclamam da Maçonaria não permitir a entrada de mulheres. Na verdade não é curioso; mas simplesmente que a Maçonaria e o Feminismo são apenas dois braços diferentes do mesmo polvo satânico que pretende destruir a civilização ocidental.
Mas agora, temos Donald Trump como Presidente dos EUA e Vladimir Putin como Presidente da Russia. E um Papa Jesuíta.
Aqui no Brasil, a praga feminista brota principalmente nas Universidades Federais. É uma máfia; não é um movimento de massas. O feminismo é uma máfia infiltrada em instituições de ensino e universidades, principalmente publicas; mas não só nelas. O orgulho é o que motiva as mulheres a se tornarem feministas. O orgulho também é o que motiva os homens a se tornarem maçons e a esperança de comerem de uma fatia do bolo publico, através da maçonaria, que é a única culpada por toda corrupção que acontece no Brasil.
Portanto, a humildade, a temperança, a frugalidade, a caridade, devem ser cultivadas como as principais virtudes, porque são essas virtudes que impedirão as mulheres de se tornarem feministas e que impedirão os homens de se tornarem maçons. 

sábado, 9 de janeiro de 2016

O Império Feminazi Contra-Ataca

Neste ano de 2015 o Império Feminazi contra-atacou com vitimização e tentativas de fechar o nosso site na justiça, nos acusando de "difamação" porque eu chamei uma certa feminista de gorda.
O ponto é que, o fato da feminista ter chegado ao ponto de fazer um B.O contra nós, me fez perceber que ela estava sofrendo por causa do meu site e das minhas brincadeiras e isso me fez sentir muito mal comigo mesmo. Do meu ponto de vista era apenas uma brincadeira, uma diversão; mas ela estava sofrendo de verdade com tudo o que eu escrevia e eu decidi parar e até tirei os meus sites do ar. Eu não quero que as feministas sofram, porque eu já acho que já existe sofrimento o bastante no mundo, para alguém querer ficar fazendo os outros sofrerem de propósito. Das feministas eu só quero que elas fiquem longe de mim e esqueçam que eu existo, para que eu possa retribuir a gentileza na mesma medida.
Do ponto de vista do masculinismo, eu criei o Transmasculinismo, que objetiva transformar o maior numero possivel de homens em travestis masculinistas, para que os outros homens possam namorar essas travestis. Eu não consigo ver solução melhor do que essa, já que as mulheres estão irremediavelmente estragadas por causa do feminismo. O homossexualismo não é um erro, mas antes, é uma solução evolucionário ao encarecimento do custo do sexo com as mulheres. No entanto, se um homem não é naturalmente gay, fica praticamente impossivel para ele desistir das mulheres para ficar com outro homem. Contudo, com o advento das travestis, nós conseguimos a solução tecnológica perfeita para esse problema. A única razão que impediria um homem de namorar ou de fazer sexo com uma travesti hoje em dia é um preconceito tolo, que todos nós devemos deixar para trás. Nós precisamos urgentemente aumentar drasticamente o numero de travestis no Brasil e no mundo e fazer sexo e namorar apenas essas travestis. Quando forem procurar sexo pago, não procurem uma prostituta; mas antes, procurem uma travesti. Toda grande cidade tem muitas travestis lindas oferecendo esse tipo de serviço.
Essa solução é muito melhor do que o mero MGTOW dos americanos, porque nesse caso, os homens simplesmente vão ficar sozinhos para sempre. Mas, com o Transmasculinismo, os homens vão poder fazer sexo com T-Gatas lindas e ainda por cima poderão amá-las, porque as Travestis podem ser treinadas para serem esposas perfeitas. Ora, se nós treinamos os homens para serem soldados, engenheiros, astronautas, por que não poderiamos treinar os homens para serem as esposas perfeitas para os outros homens?
Por que eu evolui do Antifeminismo, para o Transmasculinismo? É porque eu vi que as mulheres não poderão ser consertadas jamais. O que elas querem dos homens, os homens não podem mais dar para elas. Nós somos um país pobre, não podemos ser machos alfa, destacados e, mesmo que fossemos, no fundo, não é isso que queremos.
O que nós precisamos é de uma nova tecnologia, de uma evolução. Me digam: da onde surgiu o homem e a mulher? Alguém aqui acredita que foi do Jardim do Éden, que Deu criou o homem e a mulher e depois expulsou os dois porque ela comeu uma maçã? Ou os seres humanos surgiram a partir da Teoria da Evolução de Charles Darwin, evoluindo de primatas como os macacos? Ora, se nós surgimos a partir da evolução das espécies, isso significa que no futuro nós poderemos ter uma nova espécie, mais evoluida, e eu acho que as Travestis são a forma do que está por vir. A união da beleza, graça e feminilidade da mulher, com a racionalidade, força e coragem do homem. As travestis são o próximo estágio da evolução humana. Nós temos que nos relacionar com travestis e nos transformar em travestis, para evoluirmos e para superarmos essa sociedade obsoleta que criamos.
Muito embora o Nessahan Alita estivesse absolutamente correto sobre o comportamento feminino descrito nos seus livros, a solução que o Nessahan Alita e os Guerreiros da Real pregam é impraticável: o desapego e o distanciamento emocional. Nós não somos capazes de controlar as nossas emoções apenas com um mero conhecimento. Se o evento ocorrer, a emoção surgirá. É por isso que eu acho o desapego do Nessahan Alita impraticável. Por mais que o homem tente, ele vai inevitavelmente se conectar emocionalmente à mulher, em algum nivel e esse, poderá ser o estopim da destruição. É por isso que a Igreja Católica obriga os Padres a fazerem votos de Castidade. Com as mulheres não existe meio termo. Ou nós nos libertamos delas, ou nós seremos escravizados e perturbados por elas.
Nós temos que criar um exército de travestis masculinistas, que possam satisfazer as necessidades sexuais e emocionais dos homens do futuro. É muito mais fácil fazer isso do que ficar tentando perder tempo consertando essas mulheres estragadas que temos hoje em dia.


Eu li alguns artigos falando que os homens do Japão não fazem mais sexo com as mulheres. Eles são chamados de homens herbivoros e eles preferem fazer outras coisas ao invés de namorar ou se casar e preferem até a pornografia do que as mulheres. Na China, já existem mais de 30 milhões de homens a mais do que mulheres. São homens que nunca encontrarão esposas, nem que eles tentem, porque simplesmente não existem mulheres em numero suficiente para eles na China. E aqui no Brasil? Mesmo com um numero equilibrado de homens e mulheres, já está ficando impossivel se relacionar com a mulher brasileira feminista. Qual a solução para esse problema? Muitos nos EUA estão apostando nas Real Dolls e nas mulheres robôs; mas eu acredito piamente que a fabricação em massa de travestis é a melhor solução. Porque uma travesti sempre será muito melhor do que qualquer mulher, e até do que qualquer mulher robo, porque a travesti é um ser humano, com sentimentos, com vontade, com desejos e com um corpo feminino. Ah, mas a travesti tem um pênis. E daí? Por um acaso você não pega no seu próprio pênis para bater punheta? Que diferença faz você pegar no pau de uma travesti?



 

 





 





sábado, 18 de abril de 2015

O Papa Francisco compara Travestis e Transexuais com armas nucleares

O Papa Francisco compara Travestis e Transexuais com armas nucleares
Marcadores: Religião


Em uma nova declaração essa semana o Papa Francisco condenou a comunidade LGBT, a recente foi comparar travestis e transexuais como armas nucleares, garantindo que aqueles que modificar seus corpos e desfigurar o rosto do homem e da mulher, dizendo que ambos não reconhecem a ordem da criação.
"Pense em armas nucleares, a possibilidade de aniquilar em alguns momentos um grande número de seres humanos. Considere também a manipulação genética, a manipulação da vida ou a teoria de gênero, que não reconhece a ordem da criação, com está atitude, o homem comete um novo pecado contra Deus, que o Criador". Disse o Papa Francisco.
A comunidade LGBT na Argentina estão indignados com a declaração do Papa Francisco em que ele compara pessoas Travestis e Transexuais com armas nucleares.
Em um texto divulgado no ultimo dia 19, convida os cristãos para preservar a ordem da criação de Deus, o papa compara a manipulação genética e as armas nucleares com a teoria de gênero, um termo amplo para como as pessoas aprendem a identificar-se sexualmente e como ela é transmitida culturalmente.
Está declaração surge semanas depois o Papa Francisco receber um homem trans no Vaticano no final de janeiro. "Isso é uma ofensa que somente promove o ódio e discriminação". Relata Esteban Paulon, presidente da FALGBT na Argentina.
A Associação de Travestis e Transexuais da Argentina (ATTA), também se manifestou a sua rejeição a declaração. "Temos que novamente suportar ser o centro das declarações que discriminam, degradando até mesmo ao ridículo, todo nossos anos de trabalho por inclusão ser apagados em segundos por essas declarações." Disse Marcela Romero, presidente da ATTA.


Meus comentários: Que grande audácia do Papa Francisco, ousando vir atrapalhar os meus grandiosos planos para as travestis dominarem o mundo. Será que eu vou ter que acabar com a Igreja Católica, da mesma forma como eu estou acabando com o feminismo? Sinceramente, eu gostaria de não ter que me converter em inimigo dos católicos. Para o próprio bem deles. Mas, se eles continuarem a atrapalhar os meus planos, eu sou capaz de acabar com a Igreja Católica até mais facilmente do que eu sou capaz de acabar com o feminismo. Só na China Comunista, serão necessários, no minimo, 15 milhões de travestis até 2025. Isso, se nós recrutarmos essas travestis dentre os próprios homens chineses, pois na China existe um excedente de mais de 30 milhões de homens a mais do que mulheres. Se nós não fabricarmos travestis em massa, todos aqueles 30 milhões de homens ficarão solteiros para sempre e, com certeza, alguma hora eles vão ter acesso aos misseis nucleares e eu aposto como o primeiro alvo em que eles lançariam as ogivas seria o Vaticano. Portanto, as travestis são a única forma de salvar o traseiro do Papa e de salvar o mundo da aniquilação. As armas nucleares são as mais poderosas armas do planeta. E as travestis são a bomba atômica do Masculinismo contra o feminismo. Se nós fracassarmos na nossa luta contra o feminismo, então nós teremos que usar a bomba atômica-travesti contra as feministas. 
A Ordem da Criação fracassou miseravelmente. Deus fracassou no paraíso, pois Adão e Eva se rebelaram contra Ele. Deus fracassou também ao enviar Jesus como seu único Filho, pois os judeus O crucificaram. Deus teve que exterminar todas as formas de vida da Terra no Dilúvio e só salvou Noé. A humanidade fracassou, o homem fracassou, a mulher fracassou. Além do mais, nem foi Deus quem criou o ser humano. Foi o acaso da lei da seleção natural de Charles Darwin que originou o ser humano. Nós somos frutos da evolução das espécies e não de um projeto deliberado de Deus. Aliás, se Deus realmente tivesse feito a mulher, nós deveriamos processar Deus e denunciá-Lo no PROCON por ter feito um produto tão defeituoso quanto a mulher. A mulher não foi criada por Deus. As mulheres são descendentes do homem de Neandertal. Não foi Deus quem criou os seres humanos. Nós somos frutos da evolução cega das espécies. E, portanto, as travestis são o fruto dessa mesma evolução das espécies. Logo, pela própria Lei da Seleção Natural de Darwin, as travestis são mais fortes, mais bonitas e mais inteligentes do que os homens e do que as mulheres. Eu acho que as travestis são a evolução das espécies de Darwin acontecendo bem diante de nossos olhos e é um privilégio presenciar o surgimento de uma nova espécie, melhorada, mais bonita, mais forte, mais inteligente do que a espécie anterior. Acredito firmemente que nós precisamos dizer isso para as travestis, para melhorar a auto-estima delas, porque hoje em dia, elas ainda se vêem como uma "quase mulher", como a travesti Vera Verão da Praça é Nossa. A gente vê travestis lindas, que parecem deusas; cheias de complexo de inferioridade só porque elas tem um pênis ao invés de uma vagina. Nós não podemos dizer para as travestis que elas SÃO MULHERES, porque no fundo, nem elas acreditariam nisso. Portanto, só existem duas opções para as travestis: ou elas são "quase" mulheres, como a Vera Verão da Praça é Nossa, ou elas são "mulheres 2.0", mulheres aperfeiçoadas, mulheres com "algo a mais". Eu acho muito mais lisonjeiro tratar as travestis dessa forma. Porque nós não estaríamos mentindo, nós não estamos dizendo que elas são mulheres exatamente; mas sim, mulheres 2.0, super-mulheres, mulheres do futuro. Trans sugere a idéia de transcendência, transcendente, transhumanismo, algo que TRANSCENDE e que supera a antiga forma decadente. Mesmo supondo que o mito da criação do Jardim do Éden Cristão fosse verdade, mesmo assim, tudo o que nós podemos concluir é que Deus fracassou no projeto e no design da mulher. Pensem bem. Mesmo que o mito do Jardim do Éden Cristão fosse verdade, mesmo assim, aquela estória só nos prova como Deus fracassou miseravelmente no design da mulher. Deus quis fazer uma companheira para Adão; mas não deu muito certo o plano Dele. Talvez, se Deus tivesse feito uma Travesti ao invés de uma mulher, hoje a humanidade seria imortal e poderia estar feliz e satisfeita no PARAÍSO. Nada disso que está acontecendo faz parte da Vontade de Deus. A vontade de Deus era a de que o homem vivesse imortal no Jardim do Éden. A vontade de Deus era a de que as pessoas tivessem seguido e acreditado no seu único FILHO que ele nos enviou: JESUS. Mas nada aconteceu de acordo com a vontade de Deus. E esse é o grande erro do Papa. O Papa acha que a nossa atual sociedade e civilização é fruto da vontade de Deus; mas isso não é assim. O que Deus tem feito há vários milênios é um controle de danos. Deus está só apagando os incêndios da raça humana, desde a época dos Patriarcas biblícos, porque a humanidade JÁ fracassou. Aliás, até Deus fracassou, porque foi justamente um dos anjos de Deus: Lúcifer, que se rebelou contra Deus. Mas, se Deus tivesse feito uma travesti para ser a companheira de Adão, a humanidade estaria até hoje no paraíso. A interpretação do Papa está equivocada. Foi o próprio Deus que inspirou alguns homens a virarem travestis, porque Deus queria dar alguma alegria para os homens, só pra variar um pouco. Na verdade não há outra explicação para isso. Se o mundo de fato é controlado por Deus e as travestis surgiram neste mundo, então as travestis também são obra de Deus. E mesmo que não fossem, as travestis representam a chave para nós nos libertarmos das mulheres e nós não podemos deixar que uma religião que se ajoelha diante de feministas de marcha das vadias como a Igreja Católica, nos direcione e nos oriente. 

terça-feira, 14 de abril de 2015

Após gravar vídeo contra LGBT travesti está sendo ameaçada de morte.




E não são só os LGBT que andam ameaçando as travestis. As feministas também estão despejando toda a sua fúria e todo o seu ódio contra as travestis:
Essas feministas estão defendendo até mesmo agredir e cortar a pica das TRAVESTIS que frequentam o banheiro feminino da UNICAMP: http://feminismodiabolico.com/2015/03/12/unicampa-universidade-feminista-que-odeia-as-travestis/








domingo, 12 de abril de 2015

Por que é mais fácil lidar com as travestis do que com as mulheres?


Todos os seres humanos, tanto homens, como mulheres e travestis, possuem TRÊS cérebros: o cérebro reptiliano, o sistema limbico e a córtex cerebral. Esses cérebros se formaram durante bilhões de anos de evolução e eles se sobrepõe uns sobre os outros, mas não se desativam completamente. Todos eles estão lá.
O cérebro reptiliano é a parte mais central e mais primitiva do nosso cérebro e é responsável pelos instintos básicos de sobrevivência: comer, fugir, lutar, desejo sexual (reprodução). Este cérebro reptiliano não tem emoções, é puro instinto, assim como o dos répteis. É por isso que um crocodilo não pode ser um animal de estimação: ele só tem o cérebro reptiliano e nunca vai desenvolver uma conexão emocional com quer que seja, nem com os próprios filhotes.
Por cima do cérebro reptiliano, os mamíferos (incluindo o homem e a mulher), e as aves, desenvolveram um outro cérebro: o sistema limbico. Ele é responsável pelas emoções, pela raiva, pelo medo, pela compaixão, pelo amor e por todas as emoções. Somente os mamiferos e as aves possuem sistema limbico, e é por isso que só esses seres desenvolvem conexão emocional com outros seres: por exemplo, nós podemos ter um cachorro como animal de estimação, porque o cachorro tem sistema limbico e desenvolve emoções pelo dono, se conecta com ele num nivel emocional. As mulheres operam predominantemente no modo do Sistema limbico. Elas tomam decisões baseadas nesse cérebro e depois usam a córtex para justificar.
Por fim, nós temos a córtex cerebral, que é a parte mais externa do cérebro e é a responsável pelas altas funções cerebrais de análista, lógica e raciocinio. A matemática, as ciências, a arte, só se tornaram possiveis, graças ao córtex cerebral humano.
Na nossa sociedade, nós temos um preconceito contra as partes mais primitivas do nosso cérebro: o reptiliano e o sistema limbico e muitos acham que operam apenas no nivel do raciocinio e das altas funções do córtex. Mas, existe um nome para as pessoas que só usam o córtex cerebral delas: autistas. O autista é capaz de fazer cálculos matemáticos que só um computador seria capaz de fazer. São super inteligentes. Mas, o autista não consegue viver na sociedade, porque ele não se comunica, ele não tem emoções, porque não possui um sistema limbico e, portanto, ele não sente medo de ficar desempregado, não tem tato para tratar as pessoas e precisa de constante ajuda de outras pessoas para poder sobreviver. É o sistema limbico e o cérebro reptiliano que tornam o ser humano completo e que o movem para agir e sobreviver. Sem eles, nós não somos mais pessoas completas.
Todos os seres humanos dependem totalmente de seus sistemas limbicos e de seu córtex cerebral e os impulsos que eles enviam, é irresistivel. Mas há uma predominância em cada sexo, que é a causa primordial dos desentendimentos entre homens e mulheres até hoje. Enquanto que os homens, tomam decisões baseados no seu cérebro reptiliano; as mulheres só tomam decisões baseadas no seu sistema limbico emocional.
Por exemplo: o único critério que um homem usa para escolher uma mulher é a beleza fisica dela. Isso significa que ele se decide baseado apenas no seu cérebro reptiliano, porque desejos sexuais despertam essa parte do cérebro. Já a mulher, usa o sistema limbico para escolher um homem: é o status social dele que importa, o quanto de inveja as amigas vão sentir dela por ostentar um homem bem sucedido. É isso que toda mulher busca: satisfazer o seu sistema limbico. Vejam só até as feministas, percebam nas entrelinhas do que elas escrevem, que tudo o que importa para elas é se SENTIREM bem consigo mesmas, mesmo que seja às custas de fazer aborto, infanticidio e outras barbaridades. Se elas se sentirem bem consigo mesmas, então elas vão concluir que é bom. Observem como as mulheres desprezam os homens bonitos e musculosos, mas que sejam pobres. As mulheres preferem ficar com um gordinho careca do pau pequeno; mas rico, do que com um homem forte, bonito e saradão; mas que seja pobre.
Agora comparem esse comportamento das mulheres com o dos homens e das travestis. Para os homens e para as travestis, o único critério é o tesão e o desejo sexual. Estes, operam no nivel do cérebro reptiliano e depois, usam os outros cérebros para racionalizar a atração automática que o cérebro reptiliano fez eles sentirem.
O homem vai querer ficar com a mulher ou com a travesti que mais o atrai fisicamente. Da mesma forma, a travesti vai querer ficar com o homem que mais a atrai fisicamente. As travestis que não tem problemas financeiros, acham mais importante a beleza fisica e os musculos do homem, do que qualquer outro fator.
É por essa razão que é muito mais fácil para os homens lidarem com as travestis, do que com as mulheres. É muito mais simples, direto e, portanto, gratificante. As travestis são aquilo que os homens sempre desejaram que as mulheres fossem: lindas, femininas e com a mais perfeita sincronia de funcionamento cerebral e de desejos com os homens.
O entendimento do funcionamento do cérebro reptiliano é fundamental para se prever e se controlar o comportamento dos homens e das travestis. As mulheres não entendem isso, porque para elas, o sistema limbico predomina. É por isso que as feministas tem certeza absoluta que aquela propaganda delas dizendo para os homens NÃO ESTUPRAREM funcionaria, quando na verdade, ela jamais produziria efeitos, porque ela é direcionada ao córtex e ao sistema limbico dos homens. A única forma de convencer um homem é convencendo o seu cérebro reptiliano. É preciso dizer: se você estuprar, você vai para a cadeia ou vai ser fuzilado. Isso desperta o instinto de auto-proteção do cérebro reptiliano dos homens e os inibe de cometer crimes. É por essa razão que o conselho do Chefe de Policia do Canadá, para as mulheres pararem de se vestirem como vadias, era um bom conselho. Porque a visão do corpo das mulheres ativa o cérebro reptiliano dos homens e, se o homens não tem o sistema limbico e a córtex cerebral desenvolvidos, talvez alguns poucos homens sigam o impulso do cérebro reptiliano. Todos os crimes na sociedade, a grande maioria, talvez mais de 95% deles é originado pelo cérebro reptiliano. Portanto, a melhor forma de se prevenir crimes, é tentar evitar ao máximo que os homens operem no nivel do cérebro reptliano. Mas as mulheres fazem justamente o inverso: elas tentam ativar direto a pior e mais sombria parte do cérebro dos homens, para depois elas reclamarem dos homens. Eu não sei se isso é má fé delas ou apenas burrice, mas eu sei que, quem ignora o cérebro reptiliano e o sistema limbico, não convence os homens.
Isso nos leva a outra questão. Muito embora a nossa propaganda de guerra psicológica contra o feminismo, tenha por foco a propaganda racional, para esclarecer a opinião publica, nós precisamos saber de que forma entrar subliminarmente no cérebro de homens e mulheres. E, para se fazer propaganda subliminar para os homens, é preciso tentar ativar os seus cérebros reptilianos, ao passo que para fazer propaganda subliminar direcionada para as mulheres, é preciso ativar o sistema limbico-emocional delas e é o que temos feito aqui de forma sistemática.






A atração não é uma escolha

Não experimente dar a bunda

Por que virar uma travesti 2

Punheta grátis para as travestis Masculinistas

Seja uma travesti masculinista

Torne-se uma travesti - Copia

Você quer ser ela

terça-feira, 7 de abril de 2015

Mulheres feministas do Brasil inteiro estão incentivando outras a cortarem a pica dos homens

"Pelos seus Frutos, os conhecereis"







O resultado é que vários homens já estão morrendo e sendo mutilados pelas mulheres, porque é "divertido" e "engraçado" cortar a pica dos homens, segundo as feministas. Vejam o caso dessa médica brasileira, que mandou cortar o pênis do ex-noivo e perguntem a si mesmos, se ela teve essa idéia por si mesma, ou se ela viu isso em algum site feminista:

http://www.feminismodiabolico.org/2015/04/mulher-urologista-condenada-por-cortar.html

Vejam o caso desse outro, que morreu por ter o pênis decepado pela mulher: http://feminismodiabolico.com/2015/03/12/morre-na-paraba-homem-que-teve-o-pnis-decepado-pela-mulher/



E agora, essas mesmas feministas que fizeram o video acima e que inspiraram essas psicopatas, agora elas querem silenciar à força os Masculinistas e os Antifeministas, porque nós devemos deixar elas cortarem fora a nossa pica e nós não podemos nem reclamar, senão somos nós é que estamos fazendo discurso de ódio!


Detalhe: essas feministas estão defendendo até mesmo agredir e cortar a pica das TRAVESTIS que frequentam o banheiro feminino da UNICAMP: http://feminismodiabolico.com/2015/03/12/unicampa-universidade-feminista-que-odeia-as-travestis/








domingo, 5 de abril de 2015

Mulher Urologista condenada por cortar pênis de ex-noivo volta a clinicar em MG

Urologista condenada por cortar pênis de ex-noivo volta a clinicar em MG
68

Carlos Eduardo Cherem
Do UOL, em Belo Horizonte 30/08/201418h40 > Atualizada 30/08/201422h23

Compartilhe1565,2 mil
Imprimir Comunicar erro

Arquivo Pessoal

A médica Myriam Priscilla de Rezende Castro, 34, foi condenada por mandar corta o pênis do ex-noivo
A médica Myriam Priscilla de Rezende Castro, 34, condenada a seis anos de prisão no regime semiaberto por ter mandado cortar o pênis do ex-noivo, que desistiu do casamento três dias antes da cerimônia, está clinicando em hospital da região metropolitana de Belo Horizonte há dois meses.
A especialidade da médica é a urologia, que trata do aparelho urinário de homens e mulheres e do aparelho genital masculino. Ela foi condenada por lesão corporal gravíssima.
De acordo com a Seds (Secretária de Defesa Social de Minas Gerais), Myriam cumpre sua sentença na penitenciária feminina Estevão Pinto, no Horto, em Belo Horizonte, desde abril deste ano, e teve permissão da Justiça para sair para trabalhar no início de junho. O nome do hospital não foi divulgado pela secretaria.
O UOL não localizou os advogados da médica para confirmar o seu trabalho na clínica. À época de sua condenação pelo crime, ocorrido há 12 anos, ela não sofreu sanções profissionais.
O crime ocorreu em Juiz de Fora (a 278 km de Belo Horizonte), em 2002. A médica foi condenada em abril de 2009, mas não foi presa imediatamente em razão dos diversos recursos impetrados pelos seus advogados.
Ela só veio a ser presa em abril deste ano, em Pirassununga (a 211 km de São Paulo), após expedição de mandado da prisão pela Justiça.
De acordo com o processo, à época do rompimento do casamento, a médica se revoltou com o ex-noivo e passou a ameaçá-lo. Ele teve sua casa e um automóvel incendiados.
Em seguida, ainda de acordo com o processo, Myriam, com a ajuda do pai, que também foi condenado, teria contratou dois homens para mutilar o ex-noivo. Devido a um AVC (Acidente Vascular Cerebral) durante o julgamento, o pai cumpre pena em regime domiciliar.
Segundo o Ministério Público, no dia do crime, a vítima foi dominada por dois homens dentro do apartamento onde morava. Conforme a denúncia, os autores da agressão se passaram por técnicos de uma empresa de telefonia. O irmão da vítima também foi agredido.
O MP disse que os dois foram dominados, amarrados e ainda teriam sido obrigados a cheirar éter. Parte do pênis da vítima foi cortada e levada como prova da execução do serviço. Um dos executores está preso.
"Os executores usaram uma faca para cortar o pênis do rapaz e fizeram questão de dizer que estavam agindo a manda da ex-noiva e do pai dela na ocasião", informou a PC (Polícia Civil) de Minas Gerais à época da prisão da médica.
O ex-noivo sobreviveu e vive de maneira anônima. No processo que condenou a médica, não houve a participação de advogados que atuassem em seu nome.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2014/08/30/urologista-condenada-por-cortar-penis-de-ex-noivo-volta-a-clinicar-em-mg.htm

Meus comentários: É verdadeiramente assustador ver a impunidade das mulheres quando elas cometem as maiores barbaridades e atrocidades contra os homens. A mulher pode cometer o crime que for, que quase sempre ela ficará impune ou sofrerá no máximo uma leve advertência verbal, quando qualquer homem seria esfolado vivo por ter feito algo idêntico. Mas o pior é que esses mutilamentos contra os homens são incentivados pelas feministas e elas dão total apoio a qualquer mulher que faça isso. Ou seja, não há nem a condenação moral da mulher que corta fora o pênis dos homens:






Feministas cortam pênis de boneco do Deputado Jair Bolsonaro


Ativista corta pênis de boneco de Bolsonaro (Foto: Gabriel Barreira / G1)
O ato idealizado pelo grupo Bastardxs convocava os manifestantes a "cortarem o pênis" de um boneco que simbolizava Bolsonaro.O gabinete do deputado Jair Bolsonaro afirmou que ele é não é favorável a estupros. Seus assessoes disseram ainda que o parlamentar foi ofendido primeiro, no episódio com a deputada Maria do Rosário (PT-RS), e que sua resposta foi em tom de "chacota".
Ativistas protestam contra Bolsonaro na orla do Rio (Foto: Gabriel Barreira / G1)
Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/12/dupla-de-topless-usa-boneco-de-bolsonaro-para-protestar-no-rio.html








sábado, 4 de abril de 2015

Feminismo Diabolico - Vire TRAVESTI

Clique na imagem abaixo e veja uma estória em quadrinhos, resumindo de forma humoristica, o nosso plano das travestis, para combatermos as mulheres feministas. É claro que é uma estória em quadrinhos, mas ela contém muitos elementos de verdade. Se qualquer homem ficar com a aparência de uma mulher gostosa, ou seja, qualquer homem que conseguir virar uma travesti, vai conseguir ter uma poderosa influência sobre os outros homens. Justamente aquele tipo de influência que as mulheres feministas estão perdendo: a influência do amor e do sexo. Quando as feministas perceberem o que as travestis representam para as mulheres, será tarde demais para elas.


Ficou com vontade de virar travesti? Não perca mais o seu tempo e vire uma travesti. Eu não posso transformar vocês em uma travesti de forma instantânea, como o demônio da estória acima, mas, se vocês seguirem os meus conselhos, em um ano vocês já se tornarão travestis desejáveis e em menos de dois anos, vocês conseguirão ser travestis mais lindas e femininas do que qualquer mulher. Quando vocês virarem travestis lindas, se foquem em acabar com a escassez de sexo para os homens. Façam com que os homens não sintam mais falta das mulheres. Façam com que os homens AMEM as travestis e realmente gostem de vocês. Façam com que os homens sejam FELIZES. Sejam sempre bondosas e tenham bom coração, mas nunca sejam santas; pelo contrário: sejam super safadinhas na cama e dediquem as suas vidas a transformar este mundo num lugar cheio de sexo e putaria. Mas nunca se entreguem para o lado da maldade e das crueldades e perversidades, como as mulheres fazem. Não sejam más, sejam apenas putinhas safadas e tenham bom coração e boa vontade para com todos, principalmente para com os homens. A travesti precisa ter compaixão, ter bondade e ter espirito de caridade, mas, ao mesmo tempo, ela deve ser super perva na cama, uma verdadeira putinha safada no sexo. A travesti, pela sua própria definição, é caracterizada pela CONTRADIÇÃO, porque é macho e fêmea ao mesmo tempo e, por isso, toda travesti, precisa elevar esse espirito de CONTRADIÇÃO para todos os aspectos de sua vida. Nada enriquecerá mais a sua personalidade do que isso. As mulheres, quando tentam ser boas, são um verdadeiro pé no saco. Elas acham que tem que ser santas e imitar a Virgem Maria. E, pelo contrário, quando a mulher rejeita a religião, ela acha que deve ser uma feminista abortista, que odeia Deus e os católicos e só faz maldades misândricas contra os homens. Você, como travesti, não pode nem ser muito boa e nem muito má. Você precisa ser as duas coisas ao mesmo tempo. Em alguns aspectos da sua vida, você deve ser bondosa e deve tratar a todos com cortesia. Mas, no aspecto sexual, você deve ser uma puta extremamente safadinha e que só gosta de putarias mesmo. E fiquem longe do feminismo e das feministas e dos ativistas LGBT. Aliem-se a mim e ao meu transmasculinismo e eu vou transformar as travestis em Deusas na nossa sociedade, vocês verão.







 



Venham para o lado Rosa da Força

Não resistam, meus caros Padawans. Venham para o lado Rosa da Força e nós derrotaremos as feministas da forma mais irônica e inesperada para elas.












ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...