Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Ideologia de gênero destroça a família

Ideologia de gênero destroça a família, alerta Bispo de Córdoba





Dom Demetrio Fernández

CÓRDOBA, 03 Jan. 13 / 04:36 pm (ACI/EWTN Noticias).- O Bispo de Córdoba (Espanha), Dom Demetrio Fernández, adverte que "a ideologia de gênero destroça a família, rompe todo laço do homem com Deus através de sua própria natureza", como é o sexo com o que se nasce, "coloca o homem por cima de Deus, e então Deus já não é necessário para nada, e temos que prescindir d’Ele, porque Deus é um obstáculo para a liberdade do homem".
Assim o manifesta o Bispo em sua carta semanal, publicada pela Europa Press, e na qual faz uma alusão à frase de Simone de Beauvoir (1908-1986), esposa de Jean Paul Sartre: "Não se nasce mulher: torna-se.", que, a seu ver, "expressa que o sexo é aquilo que a pessoa decide ser", de modo que "já não valeriam as ecografias que detectam o sexo da pessoa antes de nascer".
Deste modo, lamenta que embora a ecografia diga "claramente que é menina, o que vale é o que o sujeito decida", de maneira que "se quer ser homem, pode sê-lo, embora tenha nascido mulher" e vice-versa.
Também acrescenta que "a serviço desta ideologia existe uma série de programas formativos, médicos ou escolares, que buscam fazer com que todo mundo mentalize esta ideologia, fazendo um dano tremendo na consciência das crianças, adolescentes e jovens".
Neste sentido, considera que "a ideologia de gênero não respeita em nada a própria natureza na qual Deus deixou inscrita sua marca: sou varão, sou mulher, por natureza. Aceito-o e o vivo com alegria e com gratidão ao Criador".
E é que, "relacionar com a natureza e, portanto com Deus, minha identidade sexual é uma escravidão da qual a pessoa tem que liberar-se", segundo esta ideologia "errada", como sublinha Dom Fernández.
Um feminismo "radical" que se estende nas escolas
Do mesmo modo, o Bispo aponta que desta ideologia vem "um certo feminismo radical, que rompe com Deus e com a própria natureza, tal como Deus a fez". Um feminismo, segundo ele, que "vai se estendendo implacavelmente, inclusive nas escolas".
Além disso, Dom Fernández indica que "a Igreja católica é odiada pelos promotores da ideologia de gênero, mas precisamente porque se opõe rotundamente a isto".
E, entretanto, adiciona, "uma das realidades mais bonitas da vida é a família", segundo sua "estrutura originária, onde existe um pai e uma mãe, porque há um homem e uma mulher, iguais em dignidade, distintos e complementares", e igualmente "onde há filhos, que brotam naturalmente do abraço amoroso dos pais", ao que acrescenta que "Deus quer o bem do homem, e por isso inventou a família".
Assim, embora a ideologia de gênero "tente destruir" à família, "a força da natureza e da graça é mais potente que a força do mal e da morte".
Por isso, considera que "a família precisa da redenção de Cristo, porque Herodes continua vivo, e não mata somente os inocentes no seio materno, mas também tenta mentalizar nossas crianças, adolescentes e jovens com esta ideologia, querendo fazer com que vejam que há outros tipos de família".
Enquanto isso, o Bispo de Córdoba acredita que "é ocasião para pedir pelas famílias que atravessam dificuldades, para dar uma mãozinha às famílias que tenho por perto e cujas necessidades não são somente materiais, mas às vezes de sofrimentos por conflitos de todo tipo", ao tempo que assegura que "só na família, tal como Deus a instituiu, encontra o homem seu pleno desenvolvimento pessoal e, portanto, a felicidade de seu coração".
Para Dom Fernández, "na família está o futuro da humanidade, na família que responde ao plano de Deus".


Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=24654

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...