Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

7 Características do Homem Feminista






7 Características do Homem Feminista


Um dos motivos que levou a que o feminismo radical obtivesse uma posição tão influente e "mainstream" na sociedade Ocidental é o facto deste movimento receber reforços vitais providenciados pelos traidores sexuais que deliberadamente canibalizam os outros homens como forma de apaziguar as suas donas. Este é o homem feminista.
Este é o tipo de homem cujo totalidade da personalidade se centra em impedir que os outros homens ofendam as suas chefes feministas. Estes homens envergonham o natural comportamento masculino e disseminam a desilusão intelectualizada que hoje recebe o nome de "pontos de vista feministas". Eles auto-castram-se em público, mentido a eles mesmos em torno dos seus próprios desejos sexuais e imperativos.
A grande ironia - e segredo - é que eles buscam os mesmos objectivos que os homens normais: obter sucesso sexual junto das mulheres (por muito que eles não queiram admitir), excepto que eles tentam fazer isso através da submissão irracional.
Não há nada de especial no espécimen exibido em cima, excepto a sua exibição excepcional de comportamentos reveladores.
7 Características do Homem Feminista
1. Voz efeminada
Existem diversas evidências científicas que revelam que os homens estão a ser expostos a quantidades superiores de hormonas femininos. Entre as causas encontra-se o facto de existirem reservas de água ligeiramente contaminadas com compostos da pílula provenientes do corpo da mulher. O consumo em massa de produtos que são fontes de estrogénio pode ser outro motivo.
Qualquer que seja a causa, hoje em dia há uma epidemia de homens heterossexuais que uma ostensiva "voz gay", e em nenhum outro homem isso é mais vincado do que nos homens feministas. Aparentemente, eles falam sem a voz grave como forma de não ofender as feministas.
2. Tom de voz efeminado e condescendente, tendência para revirar os olhos.
Para além das características da sua voz, o homem feminista usa um tom de voz condescendente e paternalista (muitas vezes com frases "não-ditas), algo comum nas meninas adolescentes e nos homens homossexuais. Em vez de discordar de um argumento com base nos seus méritos, o homem feminista suspira longamente, qual Al Gore num debate presidencial. Para pior as coisas, eles associa o seu discurso com profanidades, que em vez de revelar firmeza, soa mais como uma adolescente emocionalmente instável a insultar o namorado.
3. Aparência desleixada, podendo ter uma barba usada pelos vegetarianos
O uniforme do homem feminista é um cocktail não-ameaçador de roupa hipster castradora, com uma barba pouco cuidade - o distintivo do homem fraco actual - e qualquer outra coisa que tornam absurdamente aparente que ele não frequenta ginásio algum. e não é uma ameaça para ninguém.

4. Repete uma salada de palavras que mais não são que os pontos de vista das feministas.
O homem feminista repete todos os chavões inventados e usados pelas feministas histéricas (palavras com a aparência de terem sido retiradas de livros de ficção científica como "cis-género" e "sex-positive"). Eles participam também na má-representação e no abuso de palavras outrora úteis e com um significado positivo, tais como "consentimento", "patriarcado", e "privilégio".
5. Alarmista da violação sexual.
Seguindo o exemplo da feminista mais militante, o homem feminista usa o Cartão-Violação várias vezes em qualquer discussão, independentemente do assunto que está a ser discutido. Tal como a palavra "smurf" dos desenhos animados dos anos 80, a palavra "violação" [=estupro] está lentamente a perder o seu real significado devido ao seu uso alargado. O propósito desta invocação repetitiva é aumentar ainda mais a histeria exagerada em torno da violação, fazer toda a gente acreditar que há um violador em cada esquina, e passar a ideia de que, quando as mulheres não estão por perto, todas as pessoas fazem piadas em torno do abuso sexual. Posso contar numa mão o número total de piadas em torno da violação que eu ouvi em toda a minha vida (....).


 
6. Fomentar o histerismo feminista ao oferecer desculpas para o comportamento fanático e ao exigir que os outros homens meçam cuidadosamente os seus actos e as suas palavras.
Segundo este homem - e segundo todas as feministas - é perfeitamente justificável ficar com um medo permanente dos homens se por acaso foste vítima de um deles (por mais real ou imaginária que essa vitimização tenha sido). Segundo esta forma de pensar, eu posso permanecer "apreensivo" e "ter medo" dos negros como "categoria" uma vez que eu já fui roubado por um negro. Para além disso, ele desculpa o discurso de ódio das feministas, qualificando-o de "brincadeira" que "não é para ser levada a sério", ao mesmo tempo que qualifica de 100% discurso sério e discurso de ódio tudo o que os inimigos ideológicos afirmam.
7. Falsa aparência de intelectualismo e fundamento académico. Para conferir algum tipo de legitimidade à sua ilusória e problemática lógica, ele cita referências enviesadas supostamente académicas dentro dum argumento-espantalho em torno do que os "defensores dos direitos dos homens" usam como forma de provar a existência da misandria. Para além disso, ele aplica no seu discurso as acrobacias mentais das feministas que - essencialmente - transformaram a noite no dia, o topo na base, e transformaram os homens em mulheres.




Fonte: http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2013/08/7-caracteristicas-do-homem-feminista.html

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...