Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Evite ser ferrado por feministas e manginas – Introdução


Evite ser ferrado por cavaleiros brancos, feministas e manginas – Introdução

Ativismo Masculino,
John The Other,
Macho Zeta,
Sobrevivendo no mundo vaginante

por Barão Kageyama

por John The Other
Indo à guerra

Anos atrás, eu esbarrei num artigo chamado O Catálogo de táticas de intimidação contra homens. É uma lista com 16 falácias lógicas comumente usadas por feministas para humilhar seus opositores e silenciar qualquer contra argumento. A blogueira Female Masculinist fez uma análise ainda mais acurada. Cópias destes catálogos de táticas intimidatórias ficam sempre na área de trabalho do meu computador e se mantém como uma ferramenta valiosa para lidar com as mentiras e abusos que os masculinistas sofrem quando entram em algum debate.
Desde que este documento foi criado, o movimento masculinista americano evoluiu bastante. Especificamente, os inimigos do homem que dominam a grande mídia não fazem mais de conta que não existimos, e estão começando a nos atacar. Chegando até a ataques pessoais, o que só mostra como estamos crescendo e começando a incomodar. Entretanto, quanto mais nos desenvolvemos, novas táticas devem ser criadas para que nós possamos lidar com os novos problemas que surgem.
Não somos mais um mero movimento de protesto, estamos determinados a mudar a mentalidade desta guerra.

O uso da palavra “guerra” lhe parece exagerado?

Se você é novo nas leituras masculinistas, ou uma feminista ou apenas um idiota, você precisa de um pouco mais de conteúdo para perceber o sentido deste artigo. Recomendo ler este pequeno resumo do que está acontecendo: O sumário do Ódio.
Esta é uma guerra movida contra os direitos humanos, e aqueles que se indentificam com a causa masculinista são uma minoria lutando contra um gigantesco e deturpado senso comum. Tentativas passadas e atuais de tentar a todo custo destruir e atrapalhar o homem como um indivíduo independente mostra que estamos apenas no começo de uma luta que vai ficar mais e mais feia. Enquanto nós tentamos sempre lutar de forma ética e sempre usando de uma retórica verdadeira, nossos oponentes não estão nem aí para honestidade, e nem devemos esperar isto deles. Há muito dinheiro rolando para denigrir a masculinidade, e tudo o que fazemos é ameaçar a fonte de renda deles.
Então, um documento demonstrando tais táticas intimidatórias é necessário. Um nome lógico para isto seria “Manual de Defesa Pessoal contra táticas de difamação”. Precisa notar que a adoção de táticas defensivas não significa a adoção de uma estratégia total de defesa. Na verdade, mais discussões devem ser feitas neste quesito e também na criação de táticas mais ostensivas. A defesa que se propõe neste artigo deve ser tratado como manobras básicas de proteção para alguém que vive num ambiente hostil. Ou seja, o ambiente ocidental presente, uma sociedade onde os homens são atacados de todos os lados, mas onde ninguém faz nada para se defender. Esta leniência com aqueles que nos pisam precisa acabar.
Quero relembrar que com este artigo minha intenção é que outros se mobilizem e criem seus “manuais” de defesa. É um começo. Um “Manual de Defesa Pessoal contra táticas de difamação” completo talvez seja algo impossível, mas um guia como este pode ser bem mais útil do que um simples guia de táticas de intimidação.
Só porque você é paranóico, não significa que as coisas serão mais fáceis para você.
Como um homem, você ainda tem alguns direitos, mas só no papel. Na prática é quase nenhum. Você está a mercê de mulheres e de um sistema jurídico viciado que te vê como culpado somente por você ser homem, e irá fabricar provas contra você por qualquer crime que te acusem se a acusadora for uma mulher. Parece exagero? Então, você não deve ver as notícias. Se você é adulto, trate de ficar esperto e tome algumas medidas para se proteger, pois se for depender da lei estará ferrado.
Evite ser ferrado por cavaleiros brancos, feministas e manginas – Proteja seus dados e tenha provas ao seu favor

Ativismo Masculino,
John The Other,
Macho Zeta,
Sobrevivendo no mundo vaginante

por Barão Kageyama

leia a introdução aqui.

por John The Other

Abaixo, recomendarei algumas ações para que você possa evitar ser ferrado. Lembrando que este é um “manual” incompleto e aberto à sugestões. Algumas sugestões não eram do artigo original, eram comentários que leitores do artigo fizeram e fiz por bem adicioná-los ao artigo, pois também são dicas valiosas.
Veja o que seus inimigos estão falando de você

Quando usar isto: o tempo todo

Use o Google Alerts: http://www.google.com/alerts

Esta é uma ferramenta online que monitora conteúdos que tenham a ver com termos escolhidos por você que a ferramenta de indexação do Google encontra.
No mínimo, seu nome e seu usuário online devem ser vigiados – assim você saberá quem está mentindo sobre você, e quando ele fez.
Grave certas conversas telefônicas
Quando usar isto: antes de uma transa, depois de uma transa, antes de uma separação, durante uma separação.
Se a lei do país/estado/cidade permitir fazer isto, você pode gravar ligações feitas em seu celular usando uma miríade de programas.
A plataforma Android faz isto facilmente com um programa chamado “sanity”, feito por Cristiano Tagliamonte:

http://www.appbrain.com/app/sanity/cri.sanity

Use isto cada vez que você transar com uma mulher pela primeira vez. Ligue para ela logo depois, na verdade faça isso imediatamente depois que sair. Não dê chances que ela não responda. Fale mansinho, pergunte a ela o quanto ela gostou, seja doce. E não se esqueça: GRAVE A CONVERSA, porque esta conversa pode ser usada no futuro para livrar sua barra contra uma falsa acusação. Se ela resolver te acusar falsamente de estupro, esta gravação pode salvar o teu rabo.
Quando legalmente possível, use um gravador.
Uma miríade de programas para celular podem ser usados para fazer gravações – mas infelizmente celulares são mantidos em bolsos, o que pode atrapalhar na gravação da conversa. Um microfone externo disfarçado pode reduzir este problema.
Mantenha um diário do seu relacionamento
Quando usar isto: antes, durante e depois de se relacionar com uma mulher.
Isto pode ser muito útil em divórcios, separações e brigas domésticas.
Se você se encontrar numa guerrinha com sua mulher ou namorada, um mero diário com a história do seu relacionamento pode te salvar de ir para a cadeia. Um histórico anotado anteriormente pode revelar os motivos de um ataque aparentemente sem sentido de uma ex. Use um caderno que não seja aqueles de espirais, para não ter as páginas facilmente removidas por alguém inescrupuloso. Aliás, nunca arranque páginas de seu diário, pois isto pode ser usado contra você como manipulação e ocultação de fatos.
Faça backups importantes em mídias removíveis
Quando usar isto: o tempo todo.
Você é cuidadoso e se protege guardando provas como emails, mensagens de texto e gravações. Mas se você perde acesso ao pc que isto estava gravado de nada vai adiantar, não é?
Guarde estes arquivos numa mídia removível – e o guarde em um local separado.
Um disco rígido externo de alguns terabytes não custa mais que algumas centenas de reais.
Jamais compartilhe senhas de suas contas e mantenha seus dados e arquivos seguros
Quando usar isto: o tempo todo.
Este é um erro que é feito por muitas pessoas aparentemente inteligentes e é fácil de ser evitado só por entender a natureza de contas digitais. Por contas digitais estou falando de email, msn, indentidades online, internet banking, senha de cartão de crédito, contas do google e outras tantas.
Uma conta digital com um usuário e senha é uma identidade, e se são usuário e senha seus, então é SUA indentidade. Se sua mulher fosse pegar seu dinheiro no banco disfarçada de você seria um crime, mesmo com a sua autorização. Se você compartilha senhas, você está encorajando ela se passar por você. Mesmo num bom relacionamento, isto é uma péssima idéia. Sua identidade digital é sua identidade.
Não enteder este conceito simples pode levá-lo pra cadeia. Ou perder dinheiro, contrair dívidas e até mesmo perder suas posses.
Não compartilhe seu computador. Pode ser difícil isso. Muitos casais compartilham apenas um computador, na maioria das vezes. A resposta é contas separadas. Se você é dono da máquina – NÃO PERMITA que ninguém além de você tenha acesso as funções administrativas, um usuário com permissões básicas já é mais do que suficiente – e é mais do que e dou para aqueles que usam o meu computador.
E se você compartilha um pc com contas separadas, sempre dê log off quando se ausentar do computador por um tempo, e não compartilhe sua senha.
Se você acha exagero, pense neste cenário bem provável: sua namorada está nervosa contigo, ou está te trocando por outro, ou você está trocando ela, o que a faz ficar cheia de ressentimento e vingativa. Ela usa o seu pc, acessa algum site de pedofilia, baixa algum material ilegal e o deixa em alguma pasta do seu computador. Depois ela liga para a polícia e inventa que você batia nela. Enqaunto a políca está fazendo o BO, ela “sem querer” fala de seus estranhos hábitos pornográficos.
Agora você está ferrado, com uma bela acusação de agressão – e pior – e de pedofilia nas costas, porque você achava antes de se separar que um “relacionamento é feito sobre a confiança”. Na verdade é, mas se você tem isto em mente quando compartilha contas de usuáruo, bem, você está ferrado.
Ainda acha que compartilhar senhas não tem nada a ver?
Observem também que se seu pc é formatado em FAT32 você NÃO PODERÁ impedir os outros de acessarem suas coisas. O hd deve ser formatado em NTFS, pelo menos, já que ele tem uma gama bem maior de permissões que podem ser aplicadas aos arquivos, como quem pode acessá-los, modificá-los, apagá-los, etc.
Se você não sabe como fazer isto, pode pedir para algum técnico salvar todos os seus arquivos, formatar o pc novamente para NTFS e até pedir para ele já adicionar algumas permissões. E aprenda também a lidar com as permissões de arquivo do NTFS, há diversos guias por aí.
Caso ela venha questionar o porque disto, diga que o NTFS é um sistema de arquivos melhor, mais estável e mais rápido que o FAT32 (tudo verdadeiro). Você não tem que ficar falando os reais motivos disto e se ela tentar acessar informações protegidas, provavelmente ela não vai ficar reclamando que não conseguiu (e se assumir como bisbilhoteira).
Você também pode usar um disco/partição encriptado por programas como o TrueCrypt, que é um programa free e open source. Com este programa você pode ter 2 senhas diferentes, no caso de precisar “provar” que não há nada demais ali. Uma senha só irá liberar alguns arquivos que você deixar, e o outro irá liberar todo o resto que você quer proteger.
Mantenha senhas grandes, de 10 a 14 caracteres e usando caracteres diferentes. Uma frase como senha como “a aguia pousou” ou uma sigla como hdd@mrutc (hickory dickory dock…) é melhor que coisas que podem ser previsíveis, como p@$w0rd. Uma palavra sem noção como 0rang3tlg3r também é algo interessante.
Outra idéia interessante é usar um sistema operacional portátil, como o Ubuntu, que pode ser instalado num Pendrive e ser carregado junto contigo. Ainda unindo as vantagens que você carrega o seu sistema aonde quer quer vá e não deixa traços no pc que você vai usar. É uma boa maneira de proteger seus dados e sua integridade.
Evite ser ferrado por cavaleiros brancos, feministas e manginas – Lidando com mulheres

Ativismo Masculino,
John The Other,
Macho Zeta,
Sobrevivendo no mundo vaginante

por Barão Kageyama

Não leu algumas das 2 primeiras partes?

clique aqui para ler a Introdução.

clique aqui para ler a 2ª parte, “Proteja seus dados e tenha provas ao seu favor”

por John The Other

Abaixo, mais recomendações sobre ações a serem tomadas para que você possa evitar ser ferrado. Lembrando que este é um “manual” incompleto e aberto à sugestões. Algumas sugestões não eram do artigo original, eram comentários que leitores do artigo fizeram e fiz por bem adicioná-los ao artigo, pois também são dicas valiosas.
Evite fazer favores

Nunca ajude a pegar coisas pesadas, consertar coisas e nem ofereça seus serviços esperando que ela irá transar com você. NUNCA.
Qualquer mulher que querer transar com você, irá fazê-lo por que ela terá vontade de fazer isto. Ser o escravinho dela só dará poder para ela e te fará cada vez mais nojento aos olhos dela.
A não ser que você seja um galã, dificilmente você vai carregar aquele móvel pesado e ser recompensado com sexo por isto.
Mulheres e ambientes de trabalho
Se tem mulheres em seu ambiente de trabalho – como colegas, estagiárias, clientes, chefes, etc – trate-as com neutralidade. Não fique de papinho, não fique fazendo macaquices, não as trate como seres “especiais” de forma alguma. Só seja profissional e as trate com educação, como você faria com qualquer homem num ambiente deste.
E não fique encarando elas, mesmo se elas estiverem vestidas como prostitutas ou com aquele decotão.
Não são as regras de recursos humanos de uma empresa que falam que homens e mulheres são robôs que podem assumir qualquer função? Trate-as como um robô trataria o outro: com racionalidade, frieza e honestidade, sem frescuradas emotivas ou bobagens do estilo “viva a diferença!”
Alertas vermelhos num relacionamento
Em relacionamentos amorosos, mulheres tem praticamente o poder absoluto. Todo o homem num relacionamento romântico deve sua liberdade, suas posses e outras coisas às vontades e caprichos de sua esposa ou namorada. Fazendo uma alegoria, um marido ou um namorado é um homem andando pela vida com uma arma invisível apontada para ele. Sua esposa ou namorada é que está com o dedo neste gatilho imaginário.
Como um homem, você dificilmente será destruído social, legal ou finaceiramente se não se envolver com um casamento. Mas como homens são animais sociais, eles sempre procurarão ter relacionamentos amorosos com mulheres. O que ele pode fazer para evitar acidentes de percurso é ter um pouco de atenção e seguir algumas regras básicas.
Jamais se envolva seriamente com mães solteiras

Uma mãe solteira geralmente escolheu ter ou criar seus filhos sozinha. Isto demonstra valores terríveis e egoístas. E também demonstra que ela só vê os homens como meros bancos de esperma e pagadores de pensão, e NÃO como um marido e pai de seus filhos. Se você se envolver demais com ela, provavelmente você será o próximo “caixa eletrônico” dela, pagando as despesas de um filho de outro homem.
Em adição, a não ser q ela deteste o próprio filho, é claro que ela sempre dará mais prioridade ao filho dela do que a você. Isto não será problema se você leitor gostar de ser visto como mero objeto a ser explorado. Se você se considera assim, caia fora daqui imediatamente, imbecil!
A criança, é claro, não tem o mínimo laço afetivo com você, e pode facilmente te acusar de alguma coisa só para te contrariar. A recompensa para ela é imensa e a penalidade para ela é praticamente nula, mesmo se ela for descoberta.
Não se envolva seriamente com mães divorciadas
Razões semelhantes com o tópico “Jamais se envolva seriamente com mães solteiras”, juntando-se ao fato que por volta de ¾ delas são as mais experientes abusadoras de homens na Terra, já tendo feito acusações falsas num divórcio, tendo feito outros tipos de abuso, inclusive infantil, sendo assim falar que ¾ delas são perigosas não é exagero. Elas são os tubarões mais perigosos no mar dos relacionamentos.
Jamais se envolva seriamente com prostitutas/strippers
Elas vivem em um ambiente onde ganhar dinheiro com seus corpos é algo comum. No caso de strippers, clientes dão dinheiro para elas por nada, praticamente. Se você se relacionar com este tipo de mulher, estará lidando com uma que te verá apenas como mais um “cliente”. Em adição, ela pode roubar suas coisas, atrair maus elementos como traficantes e cafetões e geralmente podem ferrar bonito com sua vida.
Não bastando isto, geralmente profissionais do sexo são mulheres com alguma desordem mental, propensas a serem violentas, mentirosas, histriônicas e a fazer barracos por qualquer coisa.
Jamais pague prótese de silicone para ela
Seios de silicone são atrativos sexuais. Se sua namorada quer um, é porque ela quer atrair ainda mais a atenção masculina, e geralmente é o homem que tem que pagar uma cirurgia dessas. Seria a mesma coisa que seu chefe abrir uma vaga de emprego na mesma posição que você trabalha, sendo que só você é suficiente para a função. Seios siliconados significam que você está prestes a ser trocado. Se você pagar por eles, você é um imbecil.
Não fique perdendo muito tempo com namoros

É claro, isto não significa que você vai virar um monge e parar de transar. Quero fazê-los pensar que transar e ter encontros são duas coisas diferentes.
O namoro é um artefato dos tempos do casamento tradicional. Isto implica em papéis definidos e conceitos como namoro. Tudo isto põem os homens numa posição de desvantagem, tanto financeiramente, socialmente e por fim, legalmente. Leia os artigos do Roissy para saber melhor como ter sexo de mulheres sem se comprometer, tanto emocional quanto financeiramente. Ou, simplesmente vá a uma prostituta. Ficar perdendo tempo com encontros, com o modelo tradicional em que um homem paga por tudo e ainda se arrisca a não ter sexo, é praticamente como ir a um programa com uma prostituta que talvez faça seu serviço. Um namoro para o homem geralmente trás problemas que superam em muito os seus benefícios.
Use camisinha, sempre
Sempre use camisinha (ou faça uma vasectomia, caso faça questão de transar sem camisinha com parceiras fixas) se você for fazer sexo com uma mulher em idade fértil, não importa a situação. É preferível negar o sexo do que se arriscar a pagar uma pensão por anos e anos depois. E tome cuidado com golpes sujos que estão sendo aplicados ultimamente, e são sujos mesmo, como mulheres que pegam a camisinha usada do lixo e se inseminam com ela. Não tem jeito, é o seu DNA, você que irá pagar. (NT: Uma coisa que eu queria adicionar aqui é a “pegadinha” do anti concepcional. Mulheres que mentem ao seus parceiros que estão tomando a pílula, mas na verdade não estão tomando para poder engravidar. A desculpa principal é porque com o filho ela tem a intenção de “segurar o homem”. Não caia nessa armadilha)



Este é um documento incompleto. A intenção é tentar construir uma enciclopédia virtual de Defesa Pessoal Masculina. A intenção é cobrir desde proteção contra falsas acusações, o que fazer se uma for feita contra você a até mesmo como se portar durante um processo de divórcio (incluindo como prevenir um por apenas não se casar, é claro) e prevenção de fraudes de paternidade.

fonte: http://www.avoiceformen.com/mission-and-values/dont-get-fucked/



Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...