Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Festa de barretos: A degeneração da mulher paulista e o ápice dos playboys

Festa de barretos: A degeneração da mulher paulista e o ápice dos playboys



De sunga, fivela e plaquinha pendurada no pescoço, o produtor de eventos de Araraquara (SP) Jonathan Kauê, de 22 anos, estampou sem preocupação a frase “Me pague uma cerveja que eu beijo sua amiga feia.” A tática, segundo ele, já havia rendido seis latas de cerveja – e seis meninas.
A festa de barretos chega a ser mundialmente conhecida. É a maior festa country do Brasil. E tem forte apelo com o povo paulista e um pouco com os mineiros.
Esta festa que antes celebrava o cowboy (peão) brasileiro e o ritmo sertanejo e já chegou até mesmo até Garth Brooks em 1998, ícone country mundial e um dos cantores mais famosos da história recente americana, hoje nada mais é que uma grande micareta onde a única coisa que lembra a festa é um certo gosto pelo sertanejo de alguns e as roupas típicas.
Estranhamente o sertanejo brasileiro e o country celebram duas coisas, o amor por uma mulher e a vida e contemplação do homem simples da natureza do interior regadas a alcool. Ultimamente ele se voltou um pouco para a pegação e festas. Ainda sim, mesmo duplas e cantores zuados sempre tem o romantismo pela mulher como carro chefe.
Mas em barretos não é isso que se vê. No meu trabalho o agito é enorme pela festa de barretos. Muitos irão. Tem setor com mais homens que irão com força, principalmente os mais novos. O que as pessoas dizem? Que a festa de barretos é mais fácil de pegar que em carnaval de Salvador.
Reportagem da Globo.com me chamou a atenção. Veja isso:
Beijar cem pessoas em um dia. Essa foi a meta traçada pela recepcionista Tatiane Silva, de 24 anos, em sua passagem pela Avenida 43, point de pegação dos jovens durante a Festa do Peão de Barretos (SP). Nos 11 dias do evento, principalmente aos finais de semana, a via fica tomada de pessoas se "preparando" para as noites de shows no Parque do Peão. O clima na avenida é nítido: vai para a 43 quem está a fim de paquerar.


Esta é Tatiana. Ela já beijou 83 homens em Barretos em alguns dias. Mais que 90% da população masculina jamais beijará durante sua vida no Brasil.
Enquanto homens estudam e sacrificam-se pra estudar pra conseguir bons empregos e serem ricos para poderem ter acesso à alguma mulher, uma mera recepcionista inútil de merda de 24 anos, gorda, feia, de dentes amarelados, nariz feio e cabelo ruim é capaz de angariar 83 machos beijando sua lingua em alguns dias.
Na foto acima está a competição do homem pobre na festa de barretos: Sarados playboys que gastam fortes granas com o fino dos esteróides e o fino da alimentação onde pegarão mulheres muito mais que você jamais pegará e de nível muito maior que o seu. Mas vamos nos aprofundar mais nisso. Leia este trecho:
(…) o engenheiro elétrico Apollo Lemos, de 24 anos, viaja de Macaé (RJ) para Barretos há seis anos consecutivos. O figurino inusitado de Lemos – bota, sunga, fivela e chapéu – já havia conquistado 33 mulheres em menos de duas horas. “É o clima da festa. Todo mundo vem para se divertir. A pegação na Avenida 43 faz parte de Barretos, faz parte da Festa do Peão."



Blasfêmia: A festa que deveria celebrar a força de vontade do peão do interior e suas baladas pela amada prendada do interior hoje é tomada por homens de sunga regados a clenbuterol, tatuagens e visuais bizarros
Se você leu bem, nosso playboy carioca acima já beijou na boca 33 mulheres. Leia de novo: 33 mulheres. Observe o visual do rapaz: Sunga rosa e branca: Bota: óculos escuro.
Este é o homem que a mulher paulista gosta. São 33 mulheres que ele beijou com a máxima facilidade pois a maioria se ofereceu pra ele. Nem contamos quantas ele irá comer.
Dessas 33 mulheres, 100% delas irão se casar. O marido destas mulheres muito provavalmente serão homens de boas condições financeiras pois paulista não aceita pobretão. Para conseguir essa situação financeira, todos os futuros 33 maridos dessas vacas paulistas ralaram duro para conseguir comprar seu carro, conseguir um bom emprego, pagar o casamento, a prestação do futuro imóvel e ralarão por décadas para sustentar os filhos que terão com esses 33 mulheres que foram beijadas de forma fácil e traçadas pelo playboy carioca de sunga rosa fortinho.
De um lado, as mulheres ficando com mais homens em um dia que qualquer homem ficará em sua vida ficando com a ralé dos playboys por causa de seus músculos. Do outro playboys riquinhos de vida fácil, que passam horas na academia regados a suplementos e esteróides caros durante o ano todo pegando geral, pegando o fino das mulheres tops e passando o rodo total nas medianas.
E no meio você. Você que rala estudando todo dia pra passar naquele concurso sonhado. Você que estuda pra ser o melhor na área privada e faturar rios de grana. Ralando pra entrar pra facul. Pra ser promovido. Economizando centavos para ser mais rico. Gastando rios de grana em carrões, imóveis, roupas. Lendo livrinhos de pegar mulher. Viajando pro exterior pra ser mais atraente.
Tudo pra um dia se casar com as vadias que vimos agora em barretos que foram beijadas e comidas com segundos de conversa por playboys pau no cus de vida fácil mas que ignorariam você também em segundos nesta mesma festa. Beijo de lingua e sexo louco pro fortinho de sunga; casamento, greves, filhos, gastança e reclamações para o certinho trabalhador que é você.
Pobretão do meu Brasil: Você irá aceitar que as degeneradas brasileiras façam isso com você?

Fonte: http://vidaruimdepobre.blogspot.com.br/2013/08/festa-de-barretos-degeneracao-da-mulher.html?showComment=1377621552963#c879994937079931017

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...