Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

A Marcha das Vadias ressuscitou o Machismo

Como bem definiu o filósofo Olavo de Carvalho, a Marcha das Vadias foi ótima. Libertou-nos de toda obrigação de tratá-las com respeito.




Machismo ANTES da Marcha das Vadias


Machismo DEPOIS da Marcha das Vadias

Beijo gay em cultos: ‘Nota da OAB’ pode desencadear onda de crimes contra sentimento religioso cristão no Brasil – Parte 1

Beijo gay em cultos: ‘Nota da OAB’ pode desencadear onda de crimes contra sentimento religioso cristão no Brasil – Parte 1
Por Rubens Teixeira em 30 de setembro de 2013
5 Comentários enviar imprimir email share no fb orkutar tweet

Colunas em seu email




Por @RubensTeixeira

I – A “miscigenação religiosa”, o Estado, a OAB e o desrespeito ao sentimento religioso

Cristãos e outros religiosos de um modo geral convivem pacificamente na sociedade brasileira há muito tempo. As pessoas podem migrar de uma religião para outra, ou para nenhuma delas, sem que isso produza significativas tensões sociais. Em muitas famílias há pessoas de várias religiões, ou sem religião. No artigo “Seria o Estado laico um Estado vadio?” (disponível em: http://colunas.gospelmais.com.br/seria-o-estado-laico-um-estado-vadio_5766.html), questiono as responsabilidades do Estado, através das instituições públicas, no sentido de garantir os direitos individuais, dentre eles o direito à liberdade religiosa. Defendo que o ativismo é legítimo, mas não é salvo conduto para o cometimento de crimes. O caput do art. 208 do Código Penal tipifica como crime “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”.
Na nota de repúdio que a OAB emitiu, criticando as ações dos agentes públicos com relação à conduta deles ao prenderem as moças que se posicionaram em local de destaque, durante um culto, para se beijarem na boca de forma exagerada, a instituição declarou que: “E intolerável é o abuso de poder das autoridades policiais que cercaram, arrastaram e algemaram as jovens que se manifestavam contra o parlamentar, e que de modo algum podem ter sua conduta entendida como ofensa ao sentimento religioso, revelando-se totalmente descabida a tentativa de punir as manifestantes com base no art. 208 do Código Penal.”.
O crime em questão é contra o sentimento religioso, não compartilhado pela OAB. Se avaliada neste aspecto, as posições da instituição aproximam-se mais da anticristã na defesa de temas controvertidos relacionados à vida e à família. Ou seja, a OAB tem lado oposto ao que os cristãos defendem em vários aspectos, portanto não é voz isenta e moderada nestes temas. Não faz sentido deixar a raposa tomar conta do galinheiro. A OAB, além de não ter estado presente ao evento, tem procurado minimizar as agressões que se fazem contra cristãos, como neste episódio, o que pode servir de encorajamento para que outras pessoas tomem a mesma atitude desrespeitosa contra os religiosos.
Esta postura da OAB, que despreza a lei e o sentimento religioso alheio, minimizando o reprovável desrespeito àquele culto, contribui para que manifestações desta natureza se repitam. Este aval da Ordem pode incentivar uma onda de crimes contra o sentimento religioso no país, não praticados por LGBTS, mas por ativistas violentos que queiram dar vazão aos seus instintos primitivos e se sustentem na posição distorcida da OAB para isso.
Ressalto que, em outras oportunidades, já me manifestei publicamente afirmando que a Ordem dos Advogados do Brasil produz vítimas em série no nosso país, violando direitos humanos de diversas maneiras. Além de outras formas silenciosas de produzir vítimas, tem o holocausto chamado de Exame da OAB. Esta prova, que fiz e fui aprovado antes mesmo de terminar o curso de Direito, é tão reprovável em vários aspectos que me permitiu elaborar uma carta de 50 páginas cujas mais altas autoridades do país tiveram acesso. Aos que tiverem curiosidade de conhecê-la, está disponível no link: http://www.rubensteixeira.com.br/site/wp-content/uploads/2012/07/CARTA-AO-CN-PELA-APROVAÇÃO-DO-PLS-43-2009-E-PELO-FIM-DO-EXAME-DA-OAB-25-08-13.pdf
Recentemente, foi criada uma página no Facebook para reunir pessoas que se sentem vitimadas pela OAB e milhares de pessoas já a curtiram: https://www.facebook.com/AsVitimasDaOab. Portanto, é bastante temerário acolher, sem uma profunda reflexão, brados da OAB em defesa de determinados temas, pois não é prudente ouvir a voz de quem viola direitos humanos em todo território nacional, usando argumentos que maculam a palavra justiça, mas foge do debate nestes temas quando é instada a falar sobre a prova que aplica, sobre os recursos envolvidos nela e o cerceamento que faz ao ingresso de novos profissionais no mercado.
Destaco que a OAB não representa o sentimento e a dignidade de muitos advogados, pois contraria àqueles que discordam dessas posturas ditatoriais e desrespeitosas apresentadas. A advocacia é uma belíssima profissão, mas a Ordem usa estes profissionais como “escudo humano” para defender interesses políticos, contrariando o pensamento de uma multidão de seus membros que já me confessaram discordar das manobras desta entidade. Esta instituição vive de uma reputação construída por grandes vultos do Direito no passado e tem sua reputação futura posta em xeque por posturas como estas.

II – O que todos os cidadãos, inclusive os LGBTS, querem e precisam

Definitivamente, as pessoas, sejam elas quem forem, precisam ser amadas e respeitadas. A maior fonte de preconceito no Brasil e no mundo é a pobreza e a miséria, onde as pessoas têm seus direitos mais vulnerabilizados. Por tratarem-se de consumidores “pouco atraentes”, os descamisados, embora numerosos, não são o foco principal da OAB e de boa parte das instituições que gostam de fazer marketing em cima da miséria alheia, esperando retorno comercial ou político para as suas imagens. Os homossexuais e outros grupos, além de serem discriminados, também são “usados” politicamente. Muitos foram desrespeitados na infância ou mesmo sofredores por outras razões, inclusive pelo preconceito. Não são essas pessoas que atacam os cultos cristãos, mas sim os oportunistas que querem fazer o seu nome ou de suas instituições usando a boa fé, o sofrimento e a fragilidade de pessoas que precisam ser ajudadas.
Os homossexuais, em sua maioria, como os demais cidadãos, não querem problemas, desejam viver em paz e detestam a exagerada exposição que fazem deles. A OAB precisa parar de vitimar pessoas em todo país com sua truculência, elitismo, obscurantismo e respeitar tanto os religiosos, das diversas matizes, quanto pessoas sem religião, ao invés de ficar incentivando o cometimento do tipo penal do artigo 208, ao querer anular a lei e dar permissividade para desrespeitarem cultos. A Ordem não deveria fechar os olhos também para o artigo 287 do Código Penal que diz em seu caput ser crime: “Fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime”. A lei tem efeito erga omnes (contra todos).
Do contrário, estará fazendo outras vítimas, pessoas de boa fé insufladas pelos que querem burlar o debate democrático e impor valores contrários à vida e à família em nosso país. Exemplo disso é parte do Estatuto da Diversidade Sexual, elaborado com a participação da OAB, e outros documentos que, a título de defender minorias, inserem propostas que muitos defendem para os filhos dos outros, mas não querem para os seus.

Conclusão

Os religiosos, ou não, podem e devem ajudar todas as pessoas, inclusive os homossexuais que os procurarem. Todos os seres humanos, homossexuais ou não, precisam ser amados e ajudados em suas amarguras. A OAB também deveria fazer isso, evitando produzir vítimas enquanto faz promoção própria em cima da tragédia alheia, sem oferecer ajudas objetivas aos que sofrem, como o fez na citação que encerra a sua nota: “e expressar o compromisso inarredável da Ordem com a luta pela promoção e defesa dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Travestis, e com a preservação do Estado democrático de direito e das liberdades constitucionais”. Todos os cidadãos, especialmente os que sofrem, precisam ser amados, como Jesus ensinou, e não explorados e usados por pessoas e instituições que querem aparecer como referencial de justiça, sem produzir frutos condizentes. Se não for assim, mais pessoas se sentirão como essas: https://www.facebook.com/AsVitimasDaOab.

* Rubens Teixeira é doutor em Economia (UFF), mestre em Engenharia Nuclear (IME), pós-graduado em auditoria e perícia contábil (UNESA), engenheiro civil (IME), Formado em Direito (UFRJ), aprovado para a OAB/RJ, bacharel em Ciências Militares (AMAN), professor, escritor, membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil, dos Juristas de Cristo e da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra.

Fonte: http://colunas.gospelmais.com.br/beijo-gay-cultos-nota-oab-desencadear-crimes-sentimento-religioso-cristao-brasil-1_6082.html

Maioria dos brasileiros é contra o casamento gay, diz pesquisa

Maioria dos brasileiros é contra o casamento gay, diz pesquisa

Diogo AlcântaraDireto de Brasília

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) em parceria com a MDA Pesquisas questionou os brasileiros sobre temas sociais, além de comportamentos. Dos 2.010 entrevistados, quase a metade (49,7%) se posicionou contrária à união civil entre pessoas do mesmo sexo. Outros 38,9% dizem ser favoráveis e 11,4% não souberam opinar ou não responderam.
Quando o cenário é de casamento entre pessoas do mesmo sexo (e não apenas união civil), a rejeição aumenta para 54,2%. O número de favoráveis se reduz para 37,5% e o percentual de pessoas sem opinião formada a respeito cai para 8,3%.
A redução da maioridade penal é defendida por 92,7% dos entrevistados. Segundo a pesquisa, a percepção de aumento de crimes praticados por menores de idade é de 69,1%.
A Igreja é a instituição com maior confiança entre os entrevistados (37,5%), seguida da Polícia Federal (13,8%) e do Supremo Tribunal Federal (8,2%). As casas do Congresso Nacional aparecem na lanterna. O Senado tem a confiança de 0,7% dos entrevistados enquanto a Câmara dos Deputados possui 0,6%.
A pesquisa CNT/MDA fez entrevistas com 2.010 pessoas entre os dias 1º e 5 de junho em 20 unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/brasil/maioria-dos-brasileiros-e-contra-o-casamento-gay-diz-pesquisa,039e21fd0b33f310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

Os "privilégios" do homem branco heterossexual





















Feminismo propõe o fim da democracia e a implantação da ditadura das mulheres

Vejam abaixo um trecho de um texto que eu retirei do site: 
 http://www.feminismo.org.br/livre/index.php?option=com_content&view=article&id=99996438:carta-das-mulheres-brasileiras-ao-congresso-nacional&catid=81:europe&Itemid=598

"Nós, mulheres, somos mais de 50% da população e menos de 10% do Congresso Nacional. Tamanho déficit democrático coloca o Brasil em penúltimo lugar no ranking latino americano e na centésima quinta posição no âmbito global, em termos de presença de mulheres no Parlamento. Isso é inaceitável! Além do vexame, da injustiça, este é um dos indicadores principais que impede o Brasil de atingir as Metas do Milênio. Também por isso, o Comitê sobre a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres (CEDAW) das Nações Unidas recomendou ao Estado Brasileiro alterar sua legislação com vistas a aumentar a participação das mulheres na política.
Mais do que cotas, nós queremos mudanças nas condições de participação política das mulheres, da população negra, LGBT e demais setores populares que hoje estão sub-representados no parlamento.
Nós, mulheres, e em especial as mulheres negras e indígenas, estamos sub-representadas na política porque ainda vivemos numa sociedade patriarcal, racista e colonialista que perpetua desigualdades.
Com as atuais regras que regem os processos eleitorais nós jamais teremos como competir em condições de igualdade. Entendemos que para ampliar a participação é preciso mudar as regras do jogo, que privilegiam algumas pessoas e excluem outras."




Nosso comentário: Deixem-me traduzir o que significa o texto acima: As feministas querem abolir a democracia e implantar uma ditadura feminista. Se essa proposta feminista for aprovada, a democracia deixará de existir no Brasil, porque os votos da maioria do povo não farão a menor diferença sobre quem será eleito, já que haverá uma cota feminista LGBT que imporá pela força e truculência as candidatas feministas comprometidas com a destruição da familia e da civilização cristã. Elas dizem que as mulheres são 50% da população e menos de 10% do Congresso Nacional e que isso é errado. Mas eu refuto esse argumento com dois simples pontos: Primeiro: as mulheres estão subrepresentadas no Congresso por culpa delas mesmas, que se preocupam mais em por silicone na bunda para virarem dançarinas de bailes funk, do que com questões politicas. Segundo: Se esse raciocinio estatístico que elas apresentaram fosse verdadeiro, então o que nós haveriamos de dizer sobre a sub-sub-sub-representação dos religiosos no Congresso Nacional? No Brasil, mais de 90% da população são Cristãos, ou católicos ou Evangélicos; mas mesmo assim, menos de 0,5% dos deputados estão comprometidos com a causa religiosa. É só o Pastor Marco Feliciano que está lá, sozinho, levando pedrada e linchamentos morais todo dia, sendo processado pela OAB para retirar dele o mandato, porque ele é religioso e representa 90% da população brasileira, que também são de Cristãos (Católicos + Evangélicos). Se as mulheres estão com 10% das cadeiras da casa, apesar de serem 50% da população, isso está bom demais para elas, já que os Cristãos, que são mais de 90% da população, não possuem nem 1% das cadeiras no Congresso Nacional. Aliás, não possuem nem 0,5% das vagas de lá.
Na verdade o que o feminismo quer? Elas querem implantar uma ditadura nazi-feminista no Brasil, para impor pela força as leis de supremacia feminina, escravizando todos os homens aos caprichos femininos.
O texto inteiro é mentiroso e falacioso. É inacreditável a cara de pau dessas feministas. Elas dizem que a nossa sociedade atual é PATRIARCAL!! Meu Deus!! Se nós homens estivessemos mesmo no controle, por que razão fariamos tantas leis que só beneficiam as mulheres em detrimento de nós próprios? Não minha cara feminista mentirosa, nós NÃO VIVEMOS NUM PATRIARCADO; MAS SIM NUM PESADELO DE MATRIARCADO FEMINISTA SUPREMACISTA FEMININO. Nosso país não é racista, todos tem igualdade de oportunidades e nenhum cargo ou posição é vedado a brasileiro nenhum por motivo de racismo. Racismo é perseguir alguém, tirar os direitos de alguém por motivo de raça. Onde é que está o mitológico racismo brasileiro? Só se for racismo contra homens brancos, esse racismo sim ainda existe, graças a feministas hipócritas como você. Os homens brancos são demonizados desde crianças, estão sendo castrados em sua masculinidade, falsamente acusados por crimes que não cometeram, caluniados, perseguidos, injustiçados, roubados, agredidos, esfolados vivos nas pensões de divórcios para beneficiar alguma mulher oportunista e aproveitadora. Que Patriarcado é esse onde NÃO EXISTE NENHUMA ONG DEFENDENDO OS DIREITOS DOS HOMENS? Por outro lado, existe uma associação feminista em cada esquina de cada cidade brasileira, recebendo bilhões de reais todos os anos do governo para promover o vitimismo feminino.
Nos EUA da América, os Pais fundadores da nação foram extremamente inteligentes. Eles conseguiram derrotar militarmente a maior potência econômica e militar da época: O Império Britânico. E fizeram uma Constituição, em 1776, que está em vigor ATÉ HOJE. Nessa Constituição eles inseriram vários direitos aos cidadãos americanos, tais como o direito de voto, o direito a igualdade, o direito à busca da felicidade, mas mais importante: eles deram o direito inalienável de cada cidadão americano possuir e adquirir livremente uma arma de fogo. Até hoje tem esquerdistas querendo retirar esse Direito; mas graças ao bom Deus o povo americano sempre consegue resistir a essas investidas. Mas por que os pais fundadores, como Benjamim Franklin, Thomas Jefferson inseriram o direito de todo o povo possuir armas de fogo? Esse direito não foi previsto para proteger os cidadãos dos criminosos; mas sim, para protegê-los do Estado. O que os fundadores da América queriam é que o povo tivesse um meio de se defender pela força das armas, caso uma tirania fosse implantada na América. Caso algum partido, alguma associação, ou o exército tentasse dar um golpe de Estado para acabar com a democracia americana, o povo inteiro poderia se levantar em armas contra os golpistas e restaurar a democracia pela força. No Brasil nós nunca tivemos o direito de ter armas de fogo, sob o pretexto de que elas só seria usadas contra criminosos, mas já havia a policia contra eles. Qual foi o resultado disso? Em 1889 houve um golpe de Estado que derrubou a Monarquia. Em 1891 houve outro golpe militar. Em 1930 houve uma revolução armada que tomou o poder. Em 1932 houve uma outra revolução armada que tentou dar um golpe de Estado. Em 1937 o governo deu um golpe de Estado e implantou uma ditadura. Em 1945 o exército deu um golpe de Estado e retirou Getulio Vargas do Poder. Em 1964 o Exército deu outro golpe de Estado e tomou o poder, que manteve até 1985. Comparem os EUA com o Brasil: Brasil - independente desde 1824 e já sofreu 7 golpes militares de Estado. Estados Unidos - independente desde 1776 e não sofreu NENHUM golpe militar até hoje. A democracia norte-americana é continua desde 1776. A nossa, no Brasil, existe desde 1985, com o primeiro presidente eleito: Fernando Collor de Mello, eleito em 1989; mas que não chegou a terminar o seu mandato, tendo sofrido um golpe de Estado "democrático" e foi escorraçado do poder em 1991-1992. E qual é a grande diferença entre o Brasil e os EUA que explique toda essa diferença? Lá nos EUA, o povo tem o direito de ter quantas armas de fogo quiser e se um governante tentasse implantar uma tirania lá, o povo teria como se defender e exército nenhum é capaz de derrotar toda uma população armada e motivada a combater. Sabem quem são as pessoas que propõem o desarmamento? Aquelas pessoas que planejam implantar uma ditadura e não querem que o povo tenha com o que se defender. A URSS aprovou no começo dos anos 20 uma lei obrigando o desarmamento do povo russo. Um ano depois, com a população desarmada, Lênin e Stálin começaram o genocídio contra o povo russo, começando um morticinio que ceifou a vida de mais de 40 milhões de soviéticos. Sabem qual foi outro país que aprovou uma lei de desarmamento da população? A Alemanha Nazista, porque Hitler queria implantar uma ditadura e não queria que o povo resistisse contra ele então, aprovou discretamente uma lei desarmando todo o povo alemão. Depois de um ano, ele começou a mandar qualquer um que discordasse dele para os campos de concentração. Aliás, nem precisava discordar dos nazistas para ir para a morte, bastava ser judeu que o seu destino já estava selado.  E hoje, por que vocês acham que a Marta Suplicy, a maior porta voz do feminismo esquerdista partidário do Brasil é uma ferrenha defensora do Estatuto do desarmamento? Ora, porque ela já planejava implantar a ditadura nazi-feminista no Brasil há vários anos e quer tirar todos os meios que os brasileiros poderiam usar para se defender. Essa lei absurda vai acabar com a democracia, vai implantar uma ditadura feminista no Brasil e nós temos que lutar com todas as nossas forças para impedir isso de acontecer. Infelizmente, nós estamos desarmados, nós estamos fracos, desorganizados, não temos armas de fogo, não temos a opção de usar a força para nos defender. As nossas únicas armas são a propaganda e a internet. Nós temos que fazer uma guerra psicológica sem tréguas contra o feminismo, alertando o maior número possível de homens e mulheres a não compactuar com essa ditadura feminista que elas estão gestando.

domingo, 29 de setembro de 2013

Marcha das Vadias - Lei do Pinto Livre: as leis do Pinto Livre nos Estados americanos

Senhores, o texto abaixo eu copiei integralmente do site da Marcha das Vadias: www.marchadasvadias.org

Mas eu alterei apenas as palavras que falavam sobre "peito" ou "seio" eu troquei por "pinto" e ao invés de ilustrar o texto com fotos de mulheres com os peitos de fora, eu ilustrei o texto com fotos de homens com o pinto de fora. Vejam como ficou:

Lei do Pinto Livre: as leis do Pinto Livre nos Estados americanos
Publicado em 26 de setembro de 2013 por Paula Berlowitz





  Marcha do Pintolivre.org

Enquanto no Brasil, a “Patrulha da Moralidade” continua achando que pintos à mostra é “coisa de machista”, em Países como os Estados Unidos, já há leis que garantem essa igualdade de direitos aos seus cidadãos.
Ainda não é algo naturalizado, mas em muitos Estados o Pinto Livre (Top Free) já é praticado e legalizado, apesar de incomodar muita gente, que não vive sem querer regular a vida alheia.
Abaixo, o mapa do Top Free, nos estados dos Estados Unidos:


“Os Estados coloridos de verde são os já adeptos dos pintos livres.
Os coloridos de laranja possuem leis ambíguas neste assunto.
Os vermelhos, são aqueles nos quais a mera aparição de um pinto, em público, é ilegal, perante a Lei estadual.


Ainda assim, mesmo nas cidades onde os pintos livres já são legalmente aceitos, a Polícia ainda pode dar ordem de prisão para um homem que os exiba, sob o pretexto de “conduta desordeira”. Nestes casos, sugere-se aos homens que não se intimidem: é possível processar a Cidade onde o fato ocorreu, por prisão ilegal, caso seu único “crime” fosse estar com o pinto à mostra (como fez Phoenix Feeley, em Nova Iorque, em 2005, e ganhou!).”

fonte: CromossomoX

Utero Artificial e clonagem humana tornarão as mulheres desnecessárias para procriação

"A medicina já propõe o inicio e o fim da gestação fora do corpo da mulher"




Vejam abaixo o video: Clonagem Humana é possível?



Pois é feministas, aproveitem bem os seus últimos dias de poder sobre os homens, porque muito em breve, muito antes do que vocês imaginam, as mulheres se tornarão completamente obsoletas para a procriação humana. Ai eu quero ver como é que vai ficar a negociação feminista para continuar a extorquir os homens.

Vejam a noticia abaixo:


Pesquisadores anunciam 1ª clonagem de embriões humanos
16 de maio de 2013 | 8h 45

HERTON ESCOBAR - Agência Estado

Quase dez anos após a farsa científica encenada pelo cientista sul-coreano Hwang Woo-Suk, pesquisadores dos Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira, 15, ter, finalmente, alcançado aquele que era o grande sonho da terapia celular na época: a clonagem terapêutica de embriões humanos.
Em um trabalho publicado na revista Cell, pesquisadores da Universidade de Saúde e Ciências do Oregon relatam a produção dos primeiros embriões humanos clonados do mundo, dos quais foram obtidas as primeiras linhagens de células-tronco embrionárias humanas clonadas (geneticamente idênticas ao doadores).
A proposta seria usar essas células para produzir tecidos para uso terapêutico, não para clonar pessoas. A pesquisa, porém, é historicamente polêmica por envolver a destruição de embriões humanos.
A técnica empregada no estudo, chamada de "transferência nuclear", é essencialmente a mesma usada para clonar a ovelha Dolly em 1996 e muitos outros animais desde então. Mas com algumas modificações. Entre elas, a adição de cafeína ao líquido de cultura das células.
Um feito notável, do ponto de vista científico, mas que chega tarde para estimular novas pesquisas com terapia celular baseadas em clonagem. "Seria um marco da Biologia se tivesse sido realizado dez anos atrás", diz o pesquisador brasileiro Stevens Rehen, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
O "problema" é que, nesse meio tempo, uma outra técnica foi desenvolvida para obter células-tronco humanas pluripotentes (equivalentes às embrionárias) de forma muito mais simples e sem as complicações éticas ligadas ao uso de óvulos e embriões humanos.
São as chamadas células-tronco de pluripotência induzida (iPS), geradas pela reprogramação genética de células adultas, sem a necessidade de revertê-las ao estágio embrionário. A técnica foi desenvolvida em 2007 pelo cientista japonês Shinya Yamanaka e rendeu a ele um Prêmio Nobel em 2012.
"Depois das células iPS, perdeu-se muito o interesse em clonagem terapêutica", reconhece a geneticista Mayana Zatz, da Universidade de São Paulo. "Imagino que com a clonagem você obtenha células mais parecidas às de um embrião, mas ainda é uma técnica muito complicada. Do ponto de vista da aplicação, as iPS são muito mais práticas e importantes."
"A vantagem de simplicidade das iPS é insuperável", diz a cientista Lygia Pereira, também da USP. "Na clonagem, a reprogramação da célula é uma caixa preta: você faz a transferência nuclear e espera para ver o resultado. O que o Yamanaka fez foi descobrir o ?abracadabra? dessa caixa preta e ele é muito mais simples do que a gente poderia imaginar."
O cientista japonês mostrou que, com a introdução de apenas quatro genes no genoma de uma célula adulta, é possível revertê-la a um estado indiferenciado e pluripotente, com capacidade para se transformar em qualquer tecido do organismo.
Mudanças O "abracadabra" descoberto agora pelo grupo do Oregon para a clonagem funcionar inclui modificações pontuais - mas essenciais - ao processo tradicional de transferência nuclear. Entre elas, a remoção, além do núcleo do óvulo, de uma estrutura celular chamada spindle e a adição de cafeína ao meio de cultura celular. Não se sabe por que, mas a fusão e a reprogramação das células funcionaram muito melhor quando elas foram expostas à cafeína. A eficiência da técnica, no final, foi bastante alta. Em um experimento, cientistas conseguiram produzir quatro linhagens de células-tronco de oito óvulos de uma única doadora. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,pesquisadores-anunciam-1-clonagem-de-embrioes-humanos,1032402,0.htm

As mulheres estão ficando redundantes?

As mulheres estão ficando redundantes?

por Barão Kageyama

por Angry Harry

As mulheres mentem, trapaceiam e enganam: Uma pesquisa demonstra que uma a cada duas mulheres não contam ao seu paceiro que o bebê que ela carrega pode não ser dele – se ela deseja ficar com ele. E 4 em cada 10 (42%) mentiriam sobre estar tomando a pílula anticoncepcional para poderem ficar grávidas, mesmo com seus parceiros não querendo algo assim.

As mulheres mentem, trapaceiam e enganam?
Nããããão! Será? – dizem 400 milhões de homens castrados vivendo no Ocidente. É de açúcar e docinhos e todas as coisas boas que as mulheres são feitas, de acordo com estes idiotas.
Bem, mas o que é açúcar e docinho, hein? Bem, são coisas que são gostosas. E só.
E alem do mais, essas coisas só são gostosas quando estamos com fome. E sejamos sinceros, até um prato cheio de carne podre cozida pode parecer bem apetitoso se estivermos famintos.
Meu deus, até mesmo a misândrica Andrea Dworkin deve fazer muito sexo…

… ou pelo menos ela fala que sim.

Prestem atenção.
Basicamente, as mulheres são feitas pela natureza para serem “gostosas” para os homens quando eles estão famintos; e fim de papo. O universo parece que que não viu outra utilidade de longo prazo para elas. Mesmo os humanos ancestrais viam isto claramente, enfatizando o que importava na mulher através de suas esculturas…



Notem o tamanho da cabeça. É pra morrer de rir!
Sim, sim, ok. As mulheres são muito boas para gerar os filhos dos homens. Mas tal função não demorará muito para ser feita por alguma máquina biotecnológica incrível que fará o mesmo serviço por uma fração do preço – e mesmo por uma fração da aporrinhação!
O que o útero faz hoje, alguém como Bill Gates poderá desenvolver no futuro. E quando isto acontecer, acabou. Direito das mulheres? Já eram.
As mulheres simplesmente serão “gostosas” para homens famintos. E esta será o único poder de barganha que elas terão. Afinal, tirando ter bebês e serem “gostosas”, o que uma mulher pode fazer que um homem não faria infinitamente melhor?
P… nenhuma é a resposta correta.
Realisticamente, as mulheres só tem uma única esperança de ter um bom futuro. Elas tem que ser “gostosas” para o homem. E se elas não fizerem isto então elas estão ferradas, porque elas não tem nada mais além disso para oferecer.
O contrário, entretanto, não é verdade. Os homens não precisam ser “gostosos” para a mulher para ter valor para elas. Na verdade, sem homens – sem nada. Nada de casas ou fábricas sendo construídas ou mantidas. Sem estradas sendo feitas. E assim por diante.
Nadinha!
São os homens que criam, constroem, desenvolvem, operam e mantém praticamente tudo que representa o progresso humano neste planeta.
Fundamentalmente, na essência de tudo, é a única coisa que o futuro reserva a elas. Elas tem que ser “gostosas” para o homem. E nada mais além disto. E se elas não são “gostosas” para o homem então não há motivos para um homem ter elas ao seu redor.
Falando francamente, se as mulheres estão dispostas a mentir, trapacear e roubar – como mostrado na pesquisa – sem mencionar ao monte de coisas horríveis que elas estão fazendo atualmente – me parece que elas estão indo de encontro a um abismo.
Ou seja, se um número suficiente de homens sentirem que estão sendo passados para trás por elas então teremos um problema. Imenso. Problema. Simplesmente isto.
Nem precisa ser a maioria dos homens. Somente uma minoria significativa já fará estragos.
Tudo isto sugere que as mulheres ou começam a se comportamais mais como mulheres do que como homens, ou elas estão indo inexoravelmente em direção ao abismo.
E é isto meu querido leitor, num futuro não muito distante, seja por bem ou por mal, a mulher ocidental terá que ser “gostosa” de novo. Ou então…
Ahhh, não gostou do meu artigo?
Você é mulher? Isto a ofendeu?
Ótimo! Espero que tenha doído.
Porque este artigo não é nada comparado a demonização e o ódio que homens ocidentais como eu tivemos que aturar por décadas.
E agora, as notícias ruins – caso seja uma mulher, obviamente.
Por volta de metade das mulheres que me mandam mensagens apoiam tais coisas – algumas delas até demais.
A outra metade seguem outro caminho. E algumas não gostam do atual estado das coisas!
Elas acham que algum dos meus artigos – como o que está acima – são “ofensivos”.
Aí eu penso, “Que ousadia,” , se formos considerar o que os homens tiveram que aturar por tanto tempo.
Mas o que elas não sabem – tadinhas – é que eu sou um bichinho de pelúcia comparados ao imenso exército de ativistas masculinos que estão ocultos nas profundezas da internet mundial.
Eles estão longe da vista dos outros – e muitos deles são perversos.
E este exército está crescendo com o tempo.
E com cada vez mais injustiças sendo impostas contra seu gênero pelas mulheres, mais e mais nervoso este exército fica.
E como disse em meu artigo “Homens criaram cachorrros e bois. Por que não mulheres também?“, dá para ter uma pequena ideia daonde tudo isso pode parar.

fonte: http://www.angryharry.com/esAreWomenBecomingRedundant.htm

Fonte em portugues: http://canal.bufalo.info/2011/12/as-mulheres-estao-ficando-redundantes/

Nosso comentário: Esse é um dos artigos mais lúcidos, verdadeiros e sensatos que eu já achei na internet.
Vejam estes posts meus e depois me digam se é ou não é possivel a mulher se tornar redundante:

http://feminismodiabolico.blogspot.com.br/2013/09/morena-linda-nua.html#links

http://feminismodiabolico.blogspot.com.br/2013/09/japonesinha-linda-nua.html#links

ALERTA!! ALERTA!!! SITE DE UFOLOGIA FEMINISTA ANTI-NOVA ORDEM MUNDIAL CALUNIA O NOSSO SITE FEMINISMO DIABÓLICO. O site deles é um site neonazista e antissemita, conforme eu comprovei no seguinte post: http://feminismodiabolico.blogspot.com.br/2013/10/site-de-ufologia-feminista-anti-nova.html

Mulher comete crime só para passar um tempo sozinha





Mulher comete crime, vai presa só para tirar umas férias na cadeia e feministas a apoiam: É isso mesmo amiga, apoiamos você, sua luta é mais simbólica para o feminismo do que a queima dos sutiãs da década de 70.
Até quando nós vamos ter que aguentar essas abominações?

Mulher mata os filhos e foge com amante



Feministas fazem protesto contra o Miss Brasil 2013 em Belo Horizonte

Grupo da Marcha Mundial das Mulheres hostilizou convidados do Miss Brasil e protestou contra concurso




Nathália Salvado Direto de Belo Horizonte

Longe do glamour habitual dos concursos de beleza, a chegada dos convidados do Miss Brasil 2013, que acontece neste sábado no Minascentro, em Belo Horizonte, foi marcada por muita confusão e um protesto organizado pela Marcha Mundial das Mulheres, criticando o concurso por tratar as modelos como "mercadoria". O grupo, com cerca de 20 ou 30 pessoas, defendia a descriminalização do aborto e hostilizou os convidados da cerimônia. Feministas fazem protesto antes do Miss Brasil 2013 em Belo Horizonte
Os principais confrontos aconteceram na fila de convidados. Rannier Lira, coordenador do Miss Rio Grande do Norte, foi hostilizado pelos manifestantes ao tentar acalmar os ânimos. "Não queria confusão. Queria que respeitassem. Ali tinha muita família e crianças", disse.
As manifestantes partiram para cima de Lira e seguiram hostilizando os convidados que chegavam para a cerimônia exibindo cartazes e trocando xingamentos.


Fonte: http://diversao.terra.com.br/tv/miss-brasil/cerimonia-do-miss-brasil-2013-e-alvo-de-protesto-feminista-em-bh,95622ca099661410VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html

Advogado é custo, engenheiro é produtividade' ,diz Dilma Rousseff em Nova York

Advogado é custo, engenheiro é produtividade' ,diz Dilma Rousseff em Nova York

A presidente Dilma Rousseff apresentou hoje seu plano de investimentos de infraestrutura a investidores internacionais reunidos na sede do banco Goldman Sachs, em Nova York. A presidente disse não temer ressalvas do capital internacional em relação ao país: “risco jurídico não existe no Brasil”. “Se existe um país no mundo que respeita contratos, esse país é o Brasil”, disse a presidente.
A informação é publicada pela revista Exame e reproduzida por Nação Jurídica, 25-09-2013.
“Não interessa por qual governo. Contrato assinado é uma questão de Estado.” Antes do discurso de Dilma, os outros integrantes do primeiro escalão do governo, entre eles os ministro da Fazenda, Guido Mantega, e do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, foram questionados pela plateia sobre eventuais riscos jurídicos de investimentos no Brasil.
Dilma disse que o projeto de leilões de concessões é parte da segunda fase do seu projeto de desenvolvimento. Na década passada, o momento foi de aceleração do crescimento econômico, o aumento da renda e a redução da desigualdade. Agora, afirmou a presidente, é a hora de buscar a produtividade, uma “pré-condição para nos tornarmos um país de média e alta renda”.
Além da questão logística, Dilma afirmou que os investimentos em educação são essenciais. “Somos um país que formava mais advogados que engenheiros. Advogado é custo, engenheiro é produtividade”, disse a presidente, para risos da plateia reunida no auditório do Goldman Sachs.
A presidente reafirmou seu compromisso com a estabilidade econômica e o combate à inflação, como haviam feito anteriormente (e exaustivamente) os ministros Mantega e Pimentel e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. Dilma também fez as obrigatórias referências à “burocracia empedernida” do país e a necessidade de haver mais “racionalidade na ação do Estado”.

Fonte: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/524175-advogado-e-custo-engenheiro-e-produtividade-diz-dilma-rousseff-em-nova-york-

Nosso comentário: Essa é a primeira vez que eu concordo com a Presidente Dilma. Não vou votar nela, acho que ela está fazendo um péssimo governo; mas sobre essa frase dela eu sou obrigado a concordar com ela: "Advogado é custo, engenheiro é produtividade". Infelizmente no Brasil havia aquela cultura dos bacharéis, aquela idolatria ridicula pela Profissão de Mefistófeles. E isso era justificável porque o Brasil até hoje é um país de abutres, de urubus, de criaturas peçonhentas, de hienas que só conseguem se dar bem, quando ferram e puxam o tapete de outra pessoa, ou seja, um terreno fértil para ladrões, traficantes de drogas, politicos corruptos e ADVOGADOS DA OAB. Um país que fica muitas décadas estagnado, como o Brasil, desenvolve uma classe social de pessoas especializada em roubar e passar a perna em outras. No Brasil esse papel foi feito pela OAB que se tornou a ONG mais especializada em extorquir pessoas através de honorários de divórcios, pensões alimenticias e mil e um outros golpes e esquemas Ponzi. Um país onde há crescimento econômico, os jovens mais inteligentes procuram as carreiras de Engenharia, pois os engenheiros constroem coisas, constroem prédios, Usinas, fábricas, plataformas de petróleo, estradas, ferrovias, computadores e tudo o que há de bom numa sociedade. Uma sociedade que está progredindo, forma engenheiros. Uma sociedade que está morrendo e se degenerando forma advogados e professores esquerdistas de Federais.  Ou o Brasil acaba com a OAB ou a OAB acaba com o Brasil.

Parada Gay de Maceió/AL acontecerá dia 24 de novembro

Parada Gay de Maceió/AL acontecerá dia 24 de novembro



Divulgação

Com o tema “TRANSforme o seu conceito. Gaylésbotransfobia, machismo e racismo É CRIME, a 13ª Parada do Orgulho LGBT de Maceió/AL, ocorrerá dia 24/11, tendo como ponto de concentração a orla de Pajuçara, em frente ao hotel Enseada, a partir das 12 horas. O tema tão diversificado, contemplando um leque de minorias, partiu a partir da vinda de varias entidades da sociedade civil, que este ano estarão contribuindo na organização do evento. Mas também vem como peça chave a preocupação de se cobrar melhoria na qualidade de vida das travestis e transexuais, "saúde, cultura, geração de emprego e renda, fortalecimento do convívio familiar e educação", são algumas das reivindicações do evento.
O evento é uma realização das entidades: Grupo Gay de Alagoas / Associação Nacional de Militares das Forças Armadas / Associação dos Homossexuais do Complexo Benedito Bentes / Central de Movimentos Populares / ANAJÔ / Espaço Cultural Casa de Iemanjá / Grupo Direito a Vida / Grupo Gay de Maceió / Grupo de Gênero e Identidade / Blog Diversidade / Grupo de Pesquisa Gênero, Família e Desenvolvimento Humano da UFAL, Espaço Cultural Lá Rosa Mossoró / Blog Flávio Cansanção, Trupe Drag/AL / Centro Acadêmico Florestan Fernandes - Ciências Sociais da UFAL e Afinidades GLSTAL.
O evento acontece, como já é de praxe, dentro das atividades do Ciclo de Ativismo LGBT, entre as ações em destaque, estão o I SEMINÁRIO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS “Juntos traçando novas estratégias de combate a homolésbotransfobia, machismo, racismo e extermínio de jovens negros” / II Workshop de Fortalecimento de Ações de Prevenção as DST/Aids, Hepatites Virais e Direitos Humanos, durante as paradas LGBT em Alagoas / I Ato Inter-religiosa em solidariedade a familiares de vitimas da violência e o I Festival de Cultura LGBT de Alagoas, que ocorrerá nos dias 22 e 23/11, na praça Rayol no bairro de Jaraguá, com a participação de artistas locais e de fora. O referido festival terá manifestações artísticas integradas “musica, dança, transformismos, curso e mostra de Make artísticas, balé, recital de poesia e o mega espetáculo “Priscila a Rainha do Nordeste”, que contará com a participação de 10 artistas drags e transformistas´, cenário e efeitos especiais.
A parada e suas atividades alusivas tem o apoio do Governo Federal / Ministério da Saúde – através do Programa Nacional de DST/Aides e Hepatites Virais / Governo do Estado de Alagoas – através das Sec. De Estado da Mulher Cidadania e Direitos Humanos e sua Superintendência de Jovens / Sec. De Estado do Turismo / Sec. De Estado da Cultura / Sec. de Articulação do Estado / Sec. De Promoção da Paz / Sec. De Estado da Saúde – através do Programa Estadual de DST/aids e Hepatites Virais / Prefeitura Municipal de Maceió – Através das Secretarias de Promoção do Turismo / Sec. Municipal de Assistência Social / Sec. Municipal de Promoção do Turismo e a Fundação Municipal de Ação Cultural.

Fonte: http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vEditoria=Macei%F3&vCod=157541

Nosso comentário: Ai está a promoção da putaria e do homossexualismo com o apoio do Estado. O curioso é que os gays e as feministas possuem milhares de ONGs, Associações, Coletivos, Pessoas Jurídicas, Revistas, Sites, Programas de TV, Apoio governamental maciço, enfim, milhares de PESSOAS JURÍDICAS apoiam os movimentos gays e o movimento feminista; mas NENHUMA PESSOA JURÍDICA APOIA O MACHISMO E OS HOMENS. Os homens não tem nenhuma ONG, nenhuma Associação, nenhum Partido ou entidade, nem Programa Governamental os defendendo. Estamos sendo exterminados como gado indo para o matadouro: SEM DIREITO DE NEM RECLAMAR. Nem sequer registrar para a posteridade o nosso descontentamento com a ditadura nazifeminista da gaystapo, nem isso, nós podemos fazer, porque as feminazis feministas já começam a se mobilizar contra nós, para fazer um verdadeiro linchamento moral, jurídico, judicial, nos acusando falsamente de promovermos estupros ou outros crimes. Além da Marcha das Vadias, agora nós temos que aguentar essas Marchas Gays violando os direitos dos homens e de toda a sociedade, pois eles cometem os crimes, andam pelados no meio da rua, enfiam objetos religiosos dentro do ânus no meio da rua, em plena luz do dia E NÃO SÃO PRESOS. Ao contrário, são elevados à categoria de heróis. Nós homens do ocidente estamos sendo submetidos a um verdadeiro GENOCÍDIO CULTURAL, IDEOLÓGICO E FÍSICO. Estamos sendo EXTERMINADOS em nossa masculinidade e dignidade, de uma forma análoga ao exterminio que os judeus foram submetidos na Alemanha Nazista. Não podemos deixar que o holocausto nazifeminista se repita. Nós precisamos nos unir e nos mobilizar para confrontar e combater a ideologia gay e a ideologia feminista.

Como o feminismo já mudou o mundo

Antigamente os homens faziam músicas assim, quando pensavam nas mulheres:




Hoje em dia, quando os homens pensam nas mulheres, eles fazem músicas assim:




''O feminismo transformou o mundo''. Afirma feminista Rose Marie Muraro 

 Nosso comentário: É verdade Rose Marie, o feminismo mudou o mundo. Assim como uma guerra nuclear também mudaria o mundo, muito embora sem causar tanta devastação quanto o feminismo causou.

sábado, 28 de setembro de 2013

Marcha das Vadias' tem seios à mostra e protesto em igreja em Ribeirão, falta de respeito

Marcha das Vadias' tem seios à mostra e protesto em igreja em Ribeirão, falta de respeito
A "Marcha das Vadias", que aconteceu pela primeira vez em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) neste sábado (28), reuniu cerca de 150 pessoas e teve encenação a favor da descriminalização do aborto em frente à igreja, pichação e uma pequena confusão em frente ao Mercadão Municipal por causa de seios à mostra.

O grupo se concentrou às 10h na esplanada do Theatro Pedro 2º e saiu por volta das 11h percorrendo as ruas do centro da cidade. A Polícia Militar precisou interditar algumas ruas para que os manifestantes pudessem passar.


Em frente à Catedral de São Sebastião, os participantes fizeram uma encenação a favor do aborto "legalizado e seguro". A Igreja Católica informou que não vai se manifestar sobre a ação do grupo.
Muitos carregavam faixas e cartazes com dizeres que visavam conscientizar autoridades e sociedade sobre os problemas de atos violentos contra as mulheres.
Após o ato, o grupo seguiu para o Mercadão Municipal. No local, houve pichação e algumas mulheres mostraram os seios.

Pessoas que estavam nas imediações hostilizaram as garotas, que retrucaram cantando músicas com as temáticas da manifestação.
A marcha terminou por volta das 12h30, em frente ao Pedro 2º, havendo dispersão do grupo. Antes, na concentração, houve uma apresentação de maracatu --dança folclórica típica de Pernambuco.


Entre as reivindicações dos que participaram do ato estão a garantia do Estado à educação sexual e fornecimento de métodos contraceptivos, aborto legalizado e seguro, políticas públicas que previnam a violência contra a mulher, salários iguais para homens e mulheres, e direito ao exercício da sexualidade livre (sem discriminação por roupa, idade, aparência ou número de parceiros).
HISTÓRIA
A Marcha das Vadias recebeu esse nome após uma onda de estupros na Universidade de Toronto, no Canadá, em janeiro de 2011.
Um policial convidado para orientar sobre segurança disse que as mulheres poderiam evitar o estupro se "não se vestissem como vadias".
A fala, que coloca a mulher como culpada pela agressão, gerou muita indignação e a primeira Marcha das Vadias.
O movimento se espalhou pelo mundo, com o caráter de denunciar a violência contra a mulher e a atribuição da culpa à vítima.

Fonte: http://ministeriogeracaocrista.blogspot.com.br/2013/09/marcha-das-vadias-tem-seios-mostra-e.html?spref=fb

Fracasso total na Marcha das Vadias de Ribeirão Preto

Marcha das Vadias’ vai às ruas de Ribeirão por legalização do aborto
Manifestantes defenderam liberdade sexual e protestaram contra abuso.
Parte do público repudiou ação, mas trajeto foi feito sem conflitos, diz grupo.

Rodolfo Tiengo Do G1 Ribeirão e Franca

340 comentários

Bella de Castilho protestou por legalização do aborto na 'Marcha das Vadias' (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)

Um grupo de aproximadamente 50 manifestantes, segundo estimativa da Polícia Militar, participou neste sábado (28) em Ribeirão Preto (SP) da “Marcha das Vadias”, defendendo a liberdade sexual feminina, a legalização do aborto e políticas públicas de combate à violência contra a mulher. A data para o protesto - que surgiu no Canadá - foi escolhida para coincidir com o Dia Latino-Americano e Caribenho pela Descriminalização e Legalização do Aborto. Segundo as integrantes do protesto, o percurso pelas ruas do centro da cidade chegou a ser repudiado por parte do público, mas não registrou ocorrências de agressão.
Mobilizadas pela Frente Feminista de Ribeirão Preto e por outras organizações sociais, as participantes se concentraram em frente ao Theatro Pedro II a partir das 10h, com cartazes e corpos pintados com mensagens de protesto. Além de manifestantes com lingerie à mostra, o protesto teve participação de homens usando saias e crianças - filhas de integrantes do ato.
saiba mais
Adesão à greve dos bancários cai e 40% das agências abrem em Ribeirão

Foram repudiados o preconceito sexual e a atual legislação que regulamenta o aborto para casos específicos, como para mulheres que engravidaram vítimas de abuso sexual. “O Brasil não tem uma legalização completa sobre o aborto. Abrange só mulheres que foram estupradas, com bebês anencéfalos e mulheres que correm risco de vida. A gente quer a descriminalização do aborto. Isso também é uma tomada de liberdade da compreensão de que a mulher é dona do seu corpo”, afirmou a professora de história Helena Ferreira, de 24 anos, integrante da Frente Feminista de Ribeirão.
Ela confirmou que este foi o primeiro protesto da Frente Feminina na cidade. A polêmica em torno do aborto e os problemas relacionados à violência contra a mulher também são observados em Ribeirão, afirma a professora, que periodicamente se reúne com outras adeptas da “Frente” para discutir questões de interesse feminino. “Em Ribeirão Preto há discriminação com relação aos médicos que fazem o aborto, considerados assassinos.”

Manifestantes pintaram o corpo em protesto em Ribeirão Preto (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)

A marcha seguiu pelas principais ruas do Centro e passou pela Catedral Metropolitana de Ribeirão Preto, local escolhido, segundo as manifestantes, para simbolizar a opressão religiosa contra a mulher em questões controversas como o aborto. “Isso não significa que a gente está falando para as pessoas não terem religião, mas elas podem sim saber que aquilo que a religião dela fala pode oprimir ou não, e contestar”, disse Helena.
Segundo a estudante de geografia Bella de Castilho, de 25 anos, também integrante da Frente Feminista, o ato vem sendo articulado desde junho e cumpriu seu objetivo, mesmo com a baixa adesão de manifestantes neste sábado. “O interesse nem é atrair tanta gente, e sim construir qualitativamente a ‘Marcha das Vadias’ e mandar uma mensagem para Ribeirão Preto”, afirmou.
Além da passeata, a “Marcha das Vadias” em Ribeirão teve programação cultural com apresentações musicais e de teatro gratuitas durante este sábado.
Origem do protesto
A Marcha das Vadias teve origem no Canadá com o nome ‘SlutWalk’. Começou em Toronto, quando alunos de uma universidade resolveram protestar depois que um policial sugeriu que as estudantes deveriam evitar se vestir como “vagabundas” para não serem vítimas de abuso sexual ou estupro.
'Marcha das Vadias' se concentrou em frente ao Theatro Pedro II (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)
Fonte: http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2013/09/marcha-das-vadias-vai-ruas-de-ribeirao-por-legalizacao-do-aborto.html


Nosso comentário: Observem nas fotos que as feministas não estão mais peladas na rua, não estão mais depredando os simbolos religiosos, como fizeram na Marcha das Vadias do Rio de Janeiro. E por que elas ficaram mais "comportadas"? Porque nós metemos processos judiciais e criminais contra elas pelas putarias que elas fizeram na Marcha das Vadias do Rio de Janeiro. Agora, as feministas ficaram com medo de serem presas, porque agora, nós alertamos a Igreja Católica sobre as leis que existem para proteger a fé religiosa. Porque nós alertamos a sociedade que mulheres andando peladas na rua é CRIME de atentado ao pudor. Ou seja, nós demos um banho de sistema Patriarcal em cima das feministas, o sistema Patriarcal que elas tanto criticam e que criou o sistema judiciário, o sistema penitenciário, as religiões, o Estado. Nós homens sabemos como corrigir maus comportamentos, como o comportamento dos estupradores e das feministas: Basta punir o criminoso. Se nós tivessemos ficado tentado argumentar com as feministas, ofendendo e xingando elas, ai sim é que aquelas depravadas teriam feito mais putarias ainda nas Marchas das Vadias. Mas eu aprendi uma coisa na minha vida: Não adianta a gente chegar para um javali e dizer: "Amanse Senhor Javali, fique bonzinho que a paz desse Zôo só depende do amigo". Bestas selvagens como os javalis e as feministas não se intimidam com ladainhas ou pedidos verbais. Temos que aplicar a lei contra elas e ponto final. Como dizia o grande Imperador Romano Julio Cesar: Dura lex, Sed lex "A lei é dura, mas é a lei".
E outra: as feministas ainda foram hostilizadas pela própria população de Ribeirão Preto. Até as mulheres brasileiras não querem mais ser identificadas com as Marchas das Vadias. Foi um fracasso total. Segundo elas mesmas não tinha nem 50 feministas nessa Marcha das Vadias de Ribeirão Preto.
Compare agora com a Jornada Mundial da Juventude da Igreja Católica no Rio de Janeiro: 2,5 milhões de pessoas.

Novo papel de gênero para os homens, segundo o feminismo

Essa é a meta de reengenharia social do Feminismo. Mas mesmo quando elas reduzirem todos os homens a isso, ainda assim, as feministas não vão querer acabar com o movimento. Ainda assim elas não vão se dar por satisfeitas. Nem mesmo se elas conseguirem exterminar todos os homens da face da Terra, nem assim, elas vão concordar em dizer que o Feminismo finalmente atingiu seu objetivo final. Sempre haverá alguma mulher "machista" a ser combatida, mesmo se todos os homens fossem varridos da face da Terra. Nós temos que nos opor frontalmente ao feminismo e combater as feministas em todas as frentes possíveis. Elas não podem mais avançar nem um milímetro em sua agenda supremacista feminina. Se algum homem discorda dessa minha opinião, então eu sugiro que veja o video abaixo e se prepare para o seu novo papel de "gênero", comprando uma coleira do tamanho do seu pescoço.

Valesca Popozuda diz que é muito mais que uma bunda: "Sou uma cantora"


Valesca Popozuda diz que é muito mais que uma bunda: "Sou uma cantora" 12 de julho de 2013 29




Chega de valorizar as subcelebridades apenas por seus atributos físicos! O Holo vai passar a enxergar outras qualidades nesses queridos seres, afinal, nem só de bundas, peitos e bracinhos de bisnaga vive a humanidade…
Nossa amiga Valesca Popozuda participou do programa de Pedro Bial ontem à noite e falou sobre a supervalorização de seu “FORÉVIS”. Piadista, ela revelou:
- Quando eu subo em um palco, as pessoas não vão para lá ver minha bunda. Até mesmo porque não dependo dela para estar no palco. Se a minha voz sumir, esquece, não saio de casa e não ganho dinheiro. Eu canto, sou uma cantora. A minha bunda faz parte do conjunto do meu trabalho.
AHAM! Então a pessoa usa o nome artístico de Valesca PO-PO-ZU-DA e quer que as pessoas enxerguem o quê? A inteligência privilegiada? A voz de rouxinol? O bom gosto para se vestir?

hot dancing juicy ass shacking

Popô falou também sobre o seguro que fez para seu bumbum, avaliado em R$ 1 milhão (era 5 milhões, mas ela achou que não valia tudo isso):
- Quando pensei no seguro, não pensei que a minha bunda valia muito. A gente tem que pensar mais à frente, tenho filho e família. Então, caso aconteça alguma coisa, está tudo bem.
Oi? Mas se estamos falando de UMA BUNDA, seria o caso de “pensar atrás” e não “à frente”, né?

ass jumping mask girl on camera


Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/holofote/2013/07/12/valesca-popozuda-diz-que-e-muito-mais-que-uma-bunda-sou-uma-cantora/


Será?





girl walk in room with show her ass



Two lesbians waling without dress

Sexy lesbians dancing their ass

Sexy babe walking inside with her inner

Sexy babe showing her cute ass

A Marcha das Vadias e o Feminismo serão EXTINTOS!!

Os nazistas já marcharam contra os homens de bem do ocidente:


O que é que foi que aconteceu com os nazistas que marcharam contra nós?

Os soviéticos já marcharam contra os homens de bem do ocidente:



Nós estávamos preparados para enfrentar isso na guerra contra os soviéticos:



Mas... o que foi que acabou acontecendo com os soviéticos que marcharam contra nós?

Agora, as Vadias feministas estão Marchando contra nós.



O que é que você acha que vai acontecer com a Marcha das Vadias e com o Feminismo?

Evangélica Aline Franzoi nua na 'Playboy'

Aline Franzoi nua na 'Playboy'

A ring girl do UFC Aline Franzoi em fotos inéditas como você nunca viu!

 
Clique na imagem abaixo para ver as fotos da Evangélica Aline Franzoi nua:
 
 Aline Franzoi(Imagem:Playboy/Divulgação)Aline Franzoi
Imagem: Playboy/DivulgaçãoAline Franzoi
Imagem: Playboy/DivulgaçãoAline Franzoi(Imagem:Playboy/Divulgação)Aline Franzoi

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...