Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

domingo, 29 de setembro de 2013

Parada Gay de Maceió/AL acontecerá dia 24 de novembro

Parada Gay de Maceió/AL acontecerá dia 24 de novembro



Divulgação

Com o tema “TRANSforme o seu conceito. Gaylésbotransfobia, machismo e racismo É CRIME, a 13ª Parada do Orgulho LGBT de Maceió/AL, ocorrerá dia 24/11, tendo como ponto de concentração a orla de Pajuçara, em frente ao hotel Enseada, a partir das 12 horas. O tema tão diversificado, contemplando um leque de minorias, partiu a partir da vinda de varias entidades da sociedade civil, que este ano estarão contribuindo na organização do evento. Mas também vem como peça chave a preocupação de se cobrar melhoria na qualidade de vida das travestis e transexuais, "saúde, cultura, geração de emprego e renda, fortalecimento do convívio familiar e educação", são algumas das reivindicações do evento.
O evento é uma realização das entidades: Grupo Gay de Alagoas / Associação Nacional de Militares das Forças Armadas / Associação dos Homossexuais do Complexo Benedito Bentes / Central de Movimentos Populares / ANAJÔ / Espaço Cultural Casa de Iemanjá / Grupo Direito a Vida / Grupo Gay de Maceió / Grupo de Gênero e Identidade / Blog Diversidade / Grupo de Pesquisa Gênero, Família e Desenvolvimento Humano da UFAL, Espaço Cultural Lá Rosa Mossoró / Blog Flávio Cansanção, Trupe Drag/AL / Centro Acadêmico Florestan Fernandes - Ciências Sociais da UFAL e Afinidades GLSTAL.
O evento acontece, como já é de praxe, dentro das atividades do Ciclo de Ativismo LGBT, entre as ações em destaque, estão o I SEMINÁRIO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS “Juntos traçando novas estratégias de combate a homolésbotransfobia, machismo, racismo e extermínio de jovens negros” / II Workshop de Fortalecimento de Ações de Prevenção as DST/Aids, Hepatites Virais e Direitos Humanos, durante as paradas LGBT em Alagoas / I Ato Inter-religiosa em solidariedade a familiares de vitimas da violência e o I Festival de Cultura LGBT de Alagoas, que ocorrerá nos dias 22 e 23/11, na praça Rayol no bairro de Jaraguá, com a participação de artistas locais e de fora. O referido festival terá manifestações artísticas integradas “musica, dança, transformismos, curso e mostra de Make artísticas, balé, recital de poesia e o mega espetáculo “Priscila a Rainha do Nordeste”, que contará com a participação de 10 artistas drags e transformistas´, cenário e efeitos especiais.
A parada e suas atividades alusivas tem o apoio do Governo Federal / Ministério da Saúde – através do Programa Nacional de DST/Aides e Hepatites Virais / Governo do Estado de Alagoas – através das Sec. De Estado da Mulher Cidadania e Direitos Humanos e sua Superintendência de Jovens / Sec. De Estado do Turismo / Sec. De Estado da Cultura / Sec. de Articulação do Estado / Sec. De Promoção da Paz / Sec. De Estado da Saúde – através do Programa Estadual de DST/aids e Hepatites Virais / Prefeitura Municipal de Maceió – Através das Secretarias de Promoção do Turismo / Sec. Municipal de Assistência Social / Sec. Municipal de Promoção do Turismo e a Fundação Municipal de Ação Cultural.

Fonte: http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vEditoria=Macei%F3&vCod=157541

Nosso comentário: Ai está a promoção da putaria e do homossexualismo com o apoio do Estado. O curioso é que os gays e as feministas possuem milhares de ONGs, Associações, Coletivos, Pessoas Jurídicas, Revistas, Sites, Programas de TV, Apoio governamental maciço, enfim, milhares de PESSOAS JURÍDICAS apoiam os movimentos gays e o movimento feminista; mas NENHUMA PESSOA JURÍDICA APOIA O MACHISMO E OS HOMENS. Os homens não tem nenhuma ONG, nenhuma Associação, nenhum Partido ou entidade, nem Programa Governamental os defendendo. Estamos sendo exterminados como gado indo para o matadouro: SEM DIREITO DE NEM RECLAMAR. Nem sequer registrar para a posteridade o nosso descontentamento com a ditadura nazifeminista da gaystapo, nem isso, nós podemos fazer, porque as feminazis feministas já começam a se mobilizar contra nós, para fazer um verdadeiro linchamento moral, jurídico, judicial, nos acusando falsamente de promovermos estupros ou outros crimes. Além da Marcha das Vadias, agora nós temos que aguentar essas Marchas Gays violando os direitos dos homens e de toda a sociedade, pois eles cometem os crimes, andam pelados no meio da rua, enfiam objetos religiosos dentro do ânus no meio da rua, em plena luz do dia E NÃO SÃO PRESOS. Ao contrário, são elevados à categoria de heróis. Nós homens do ocidente estamos sendo submetidos a um verdadeiro GENOCÍDIO CULTURAL, IDEOLÓGICO E FÍSICO. Estamos sendo EXTERMINADOS em nossa masculinidade e dignidade, de uma forma análoga ao exterminio que os judeus foram submetidos na Alemanha Nazista. Não podemos deixar que o holocausto nazifeminista se repita. Nós precisamos nos unir e nos mobilizar para confrontar e combater a ideologia gay e a ideologia feminista.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...