Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Técnicas de lavagem cerebral praticadas pelas feministas

Técnicas de lavagem cerebral praticadas pelas feministas
JORNALISTA: MÁRCIO DE ANDRADE
As feministas são seres robotizados, seus cérebros transformaram-se em cérebros eletrônicos e responde tudo aquilo que lhes foram programadas. Uma técnica de lavagem cerebral, em que o individuo se torna insensível a critica e quando são questionadas, elas se tornam um disco arranhado e não deixa o outro falar. Isso corresponde à imagem de um robô.
As feministas sofreram uma lavagem cerebral e quer passar os seus vírus (como do computador) para a geração mais nova. É a negação do outro (os homens) desequilibrando o conceito social e familiar. Tornou-se um instrumento de guerra, a “lavagem cerebral” e o seu antídoto é a desprogramação. Ou seja, as mulheres e principalmente as gerações mais novas, têm que parar de acreditar na ideologia feminista, pois todos estão sofrendo, mulheres e homens. 
Existem mulheres que querem ter relacionamentos sérios com homens, mas elas foram tão contaminadas, que quando conhecem alguém do sexo oposto, fica sempre na defensiva, desconfiada e acaba mal tratando os homens. 
A mulher tem medo dos homens, por isso, termina o relacionamento antes mesmo de começar. Isso tudo, porque a mulher sofreu “lavagem cerebral”, ou seja, foi “contaminada”. Essa contaminação atinge mulheres de todas as classes, com instrução ou não, sofrem o mesmo parâmetro.
Quando contraria uma feminista sobre as suas crenças, ativará nela um reflexo devido ao seu comportamento condicionado e ela vai vender o discurso do feminismo como se estivesse ligado a um gravador. Insensíveis a criticas, não deixará o outro falar. 
O livro de bolso, da coleção Primeiro Passos, com o tema: “o que é propaganda ideológica”, fala que para um grupo obter poder basea-se sempre no passado. Usa o passado como referencia para justificar os atos banais e bárbaros nos dias atuais. Os historiadores, antropólogos, cientistas sociais, etc não estão preocupados com a verdade. 
Se a historia não corresponder com a sua necessidade, cria uma “realidade paralela”, criando símbolos e fazer propagandas em cima delas. O sistema educacional não foi feito para instruir as pessoas, e sim são “formadores de quadrilha”, criando assim um pequeno exército para defender interesses de certos grupos.
As frases: “quem nunca ouviu falar da chacina das operárias, que exigiram melhores condições de trabalhos”. Quantos homens foram assassinatos desde a antiguidade para ter as melhores condições de trabalho? 
“Quem nunca leu nada sobre as mulheres que queimaram os sutiãs”. Isso no jornalismo é chamado de “circo”. Foi provocado pelo governo para desviar atenção dos problemas sociais o nome disso é “efeito paravento”. Jogaram as mulheres contra os homens, para esquecerem os problemas de desemprego, baixo salário, péssimo condições de transporte, etc. 
A lavagem cerebral faz com que a pessoa só vê um lado da história e ignora totalmente o outro lado. Uma feminista fanática diz: “em períodos de guerras, nós mulheres que mais sofremos. Sofremos estupros, morrem os nossos filhos e maridos, etc”. Elas são tão cegas nos seus pensamentos que não enxergam que os homens também são vitimas nas guerras, que todo mundo é assassinato, sem distinção. 
As mulheres que não querem ceder aos tais movimentos são consideradas traidoras, ignorantes, capacho de homens, etc. Mas o efeito da propaganda ideológica, muita das vezes tem progresso. Muitas mulheres são feministas e não sabem e tem um comportamento rudi e elementar contra o homem. 
“O fanatismo é criado para defender interesses das feministas, que obedecem sem questionar. Recuperar uma fanática é muito difícil é como querer recuperar um viciado em drogas”.
Mas como funciona a técnica de lavagem cerebral? Uma coisa que tudo mundo fala, mas não sabe como funciona. Existem dois tipos de mente: objetiva e subjetiva. 
A primeira é mente consciente, onde o individuo tem controle de si mesmo. A segunda onde fica a nossa memória, todas as nossas emoções, medos, alegria, etc. Nós não temos controle sobre ele, a mente subjetiva é involuntário e obedece tudo aquilo que é ouvido, na verdade isso é técnica de hipnotismo, obedecendo todos os estímulos externos. Por isso, é extremamente necessária a volta da censura nos meios de comunicação. 
Muitos estão odiando o movimento feminismo, porque estão sendo consideradas inimigas da família, da natureza (pois rejeitam o papel que lhes és dado, ou seja, da maternidade) e da sociedade. Conseguem provocar brigas nos lares, casamentos desfeitos e crianças crescendo problemáticas, que no futuro serão problemas para a sociedade. 
Propaganda ideológica
O livro o que é propaganda ideológica diz: “a propaganda ideológica, ao contrário, é mais ampla e mais global. Sua função é a de formar a maior parte das idéias e convicções dos indivíduos e com isso orientar todo o seu comportamento social”. Gerado através dos meios de comunicações, as feministas divulgam as suas idéias pelo mundo e a população não percebe que estão sendo vitimas de uma propaganda ideológica. Com isso ocorrem divórcios, separações, brigas familiares, adultérios, crianças nascendo problemáticos (que no futuro entrarão nos vícios das drogas e homossexualismo), aborto, etc.
São grupos de feministas que precisa de apoio e participação de outras mulheres para a realização das suas idéias, objetivando persuadi-las e direcioná-las a certo caminho. Com isso as feministas conseguem controlar a mídia, manipulando o conteúdo das mensagens, deixando passar algumas informações e censurando outras, de tal forma que só é possível ver e ouvir aquilo que lhes interessa. É uma técnica de lavagem cerebral tão bem feita, que as mulheres não percebem que foram contaminadas, por esse tipo de idéias, que interferem nas suas opiniões e visão de mundo sem que elas percebam disso.
Algumas absorvem as idéias imediatamente e outras não, precisam de mais tempo de surtir efeito, mas esse tipo de propaganda é um tipo de bomba relógio. É somente questão de tempo! Em conseqüência disso, a mulher trai o marido, casamentos mais de 20 anos se separam, a mulher rejeita os filhos, a mulher não deixa o pai ver os filhos, etc. 
Então as mulheres são condicionadas a agir de certa maneira, mas as vitimas não percebem isso, e elas chegam até pensar que escolheu esse pensamento livremente. Muitas mulheres são feministas e não sabem disso, procuram destruir os homens através das emoções e pior de tudo não tem consciência dos seus atos, justificam os seus atos, achando muito das vezes que estão corretas. Pessoas vitimas de lavagem cerebral, defenderá os seus “lideres” e nunca admitira que foi manipulada por essas tipos de mulheres. 
Visando um mundo de “igualdade” entre os sexos, as feministas, incutem nas mulheres idéias e princípios fundamentalistas, mudando totalmente a percepção e a sua história. Colocando-se como vitimas dos homens, elas conseguem mais direitos e poderes políticos, tornando-se verdadeiras ditadoras. Muitas chegam ao extremo, querendo o extermínio do sexo masculino, pregando ódio e que deveriam existir somente mulheres no mundo. Os homens são seres inferiores e por isso, tem que torná-lo como submissos e seres irracionais. 
O controle ideológico é feito de frases curtas, compreensíveis e memoráveis, com slogan “homem não presta”, “homem é infiel”, etc. Essas palavras são repetidas varias vezes por dia pelos meios de comunicação, procurando atingir número máximo de pessoas, principalmente as mulheres. 
O programa “Super Pop” exibido pela Rede TV, pela Luciana Gimenez, é um tipo de programa voltado exclusivamente aos homossexuais. Seu objetivo, desmoralizar os homens, dizendo que os heteros são gays enrustidos e as mulheres são prostitutas. Durante anos foram realizados quadros “teste de fidelidade”, em vários programas de televisão, objetivando mostrar que os homens eram seres infiéis. Nos intervalos faziam enquetes para o público, perguntando “quem são mais inteligentes, homens ou mulheres”, “quem são mais fiel, homens ou mulheres”, etc. 
Depois fazem um contra propaganda, dizendo que a propaganda não muda a percepção e a opinião das pessoas. Quando disser para a mulher que ela foi vitima de uma propaganda, ela não acreditará e dirá: “propaganda não fez a minha cabeça, eu penso por conta própria, está me chamando de burra?”.
Esse tipo de propaganda ideológica é universal da doutrina feminista. Algumas pessoas chamam-na de “feminazistas” sendo comparada a ideologia nazista. “Heil Woman”. 
Feminismo ou Lesbianismo
As únicas instituições que são preocupadas com as famílias são as religiões, “as famílias são a base da sociedade, quem controla as famílias controla a sociedade”. Para conseguir o poder as feministas separam as famílias para conseguirem mais adeptas, pois nos E.U.A existe um slogan: “separe o homem da sua mulher e da família, tomando tudo dele, e ele ficará calmo feito cordeiro”, ou seja as feministas são armas do poder político, para controlar a sociedade mais facilmente, destruindo o homem através da emoção. 
A partir daí, nasce à violência contra a mulher, ou o homem acaba cometendo suicídio. Depois a mulher destruir com o homem, elas vão começar a destruir entre si, ficando muitas das vezes com problemas psicológicas e ainda ensinará para a sua filha que homens não prestam, criando assim um circulo vicioso. 
Na realidade o feminismo não visa igualdade entre os sexos, é uma doutrina lesbiana. As lésbicas junto com homossexualismo masculino visam destruir o heterossexual, pois quando uma pessoa decepciona com o sexo oposto (tanto homem e mulher) tem uma forte tendência de se tornar homossexual. 
Entrevistei várias pessoas que são hetero (homens e mulheres) e obtive uma resposta surpreendente, 90% dos entrevistados dizeram que já se masturbaram pensando na pessoa do mesmo sexo e já tiveram curiosidade de praticar o homossexualismo, mesmo sendo hetero. 
Isso significa que foi fruto de uma propaganda ideológica, muitos se tornaram gays e aqueles que não se tornaram fica numa dúvida muito grande e ocorrem até mesmo crises existenciais.
O individuo preocupado em se tornar gay, sofrerá uma paranóia muito grande, desenvolvendo T.O.C, Transtorno Obsessivo Compulsivo, que são pensamentos fortes e repetitivos ocasionando no individuo crises de aflições. É uma doença que provoca muito sofrimento, mesmo o individuo realize o que esta pensando (nesse caso homossexualismo, com a intenção de se livrar dos pensamentos obsessores) não desaparecerá o sintoma, aparecerá outros mais fortes, levando-o à loucura. 
Muitos ainda consideram o homossexualismo é uma doença, por isso, não querem que fazem o tratamento para não diminuir o número de adeptos. Porque se oferecer tratamento, haverá uma diminuição do grupo, então eles ficarão enfraquecidos, não conseguindo os tais objetivos.
Então as feministas utilizam à mídia e combatem ridicularizando aqueles que propagam ideologias contrárias as suas.
O Segredo do Poder das Mulheres
O homem tem mais força física do que a mulher, isso ninguém questiona. É um fato! Mas, para compensar a sua fraqueza, a natureza lhe deu uma arma poderosíssima: A sedução. 
A técnica da sedução foi utilizada por séculos pelas mulheres, com isso derrubaram reis, governos, destruição dos exércitos inimigos etc. Em períodos de guerra, quem mais mata, não são os homens e sim as mulheres. Elas seduziram generais, governos, políticos, etc para obter informações e passa para os inimigos. Muitas vidas foram sacrificadas por causa disso, então as mulheres tem a necessidade de culpar sempre o homem, para ela se livrar do sentimento de culpa. 
A técnica é muito bem planejada, todos os dias nos meios de comunicações, aparecem mulheres bonitas e semi nuas, despertando o desejo sexual nos homens. Por fatores culturais as mulheres com ajuda da mídia, descobriram que podia controlar os homens através do sexo. Pois, infelizmente o homem tem somente sexo na sua mente. 
Baseado nisso, a mídia exibe corpos de mulheres exuberantes, deixando os homens excitados, fazendo-os ter mais desejo sexual. Nos homens incentivam o sexo e nas mulheres faz ao contrário, reprimem o sexo dizendo: “os homens só pensam em sexo”, “ele quer fazer de você, objeto sexual”.
A mulher ouvindo tais apelos cede à propaganda e pára de ter relações sexuais com os seus maridos e companheiros. As feministas fazem à cabeça das mulheres, que elas não devem satisfazer os seus maridos, que deve satisfazer a si mesma. 
No homem é ao contrário, como ele foi excitado por ver mulheres semi nuas na televisão, jornais, revistas, etc, ele terá o seu desejo aflorido. Ele vai querer ter relação com a sua mulher e ela não aceitará (por causa do slogan “homens só pensa em sexo”) e a partir daí o homem começará cometer adultério. Ou seja, o adultério dos homens é provocado pela propaganda feminista e da mídia.
Ocorrerão dois fatores: homossexualismo ou será dominado pelas mulheres. O primeiro ocorrerá quando o homem não consegue arrumar uma namorada ou sofreu decepção amorosa, ele começará a ter pensamentos homossexuais. Pois ele precisa descarregar a sua energia em alguém, se não encontrar uma companheira, ele vai descarregar em alguém, ou seja, num outro homem. 
Depoimentos de homossexuais falam que “é fácil arrumar alguém para sexo, mas namorar homem é muito difícil, eles querem casar e namorar mulheres”. Como vingança joga as mulheres contra os homens através da propaganda, pois “se ele não ficar comigo, não ficará com nenhuma mulher”. 
A segunda etapa exemplifica que, o homem com dificuldade de arrumar uma companheira, ele será “submisso” das mulheres. Com medo da solidão ele será capacho delas, porque elas vão dominá-los através do uso do sexo. 
 
 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...