Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Critíca a idolatria do sexo

Critíca a idolatria do sexo

O texto a seguir é principalmente para os idolatradores de mulher ou que julga um perdedor aquele que vive na balada comendo mulher.
Os desafio a refutarem o que for escrito a seguir.
Hoje a vagina e a busca do sexo é algo colocado como o centro do universo, a ponto de se sacrificar por aquele objeto de sua adoração, tendo angústia O sexo que trás uma breve satisfação sensorial, tem um efeito perverso que é todo aquele temor de ser taxado de pega-ninguém fracassado, de sempre ter sexo com belas mulheres e fazer tudo para ter aquela bela mulher.
O sexo não é tão importante assim, não ter uma vida sexual ativa ou não a desejar não tem nenhum efeito perverso, como a fome, a sede, cansaço, ou o frio, nada disso. Se uma pessoa idolatra o sexo em sua vida é mais um fetiche pessoal do que uma real necessidade.
E quem não se enquadra nos padrões de ter uma vida sexual ativa é taxado de fracassado, como alguém que não alcançou um certo padrão determinado pela sociedade, mas esse padrão é mais fruto da ignorância do que algo importante a ser acalçado. E só tolos ligam para uma admiração vazia que nem beneficio ou maleficio lhe trás.
O que ocorre se uma pessoa deixa de fazer sexo? Algum mal físico lhe ocorre? Ela fica mais ignorante ou mais sábia? Absolutamente nada. O sexo é importante? Coisa nenhuma.
Mas você pode desfrutar desse gozo, pode, mas esteja advertido que não ganhe com isso nenhuma angústia ou temor. Não valorize o sexo ao ponto dele ser o centro de sua vida.
Não fique assumindo encargos impostos pelas mulheres só para obter algo banal.

Texto completo em:

http://contrafeminismo.blogspot.com.br/2013/10/critica-idolatria-do-sexo.html

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...