Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Mulher foi presa por ter feito duas falsas alegações de estupro

Uma jovem mãe foi presa por ter feito duas falsas alegações de violação.

Uma jovem mãe foi presa por ter feito duas falsas alegações de violação no espaço de algumas horas depois de ter tido relações sexuais bêbada com o parceiro da sua amiga. Ashleigh Loder, de 25 anos, causou a que as forças policias perdessem, pelo menos, 100 horas ao inventar os crimes.

Ela disse aos oficiais que havia sido atacada por dois estranhos num beco local, antes de mudar a história e dizer que conhecia o homem que a havia "forçado" a ter sexo com ele, na sua casa. No entanto, o amigo que ela tinha acusado foi capaz de provar sua inocência, porque ele tinha filmado o encontro sexual em seu telefone móvel. A filmagem mostrou que Loder, mãe de duas crianças e proveniente de Bideford (Devon), foi uma participante sexual  voluntária e ativa.

Ela estava bêbada de vodka e inventou a história porque a parceira do homem com quem ela teve relações sexuais era uma amiga. Ela temia as consequências da outra mulher descobrir o que eles tinham feito. Ela transmitiu suas reivindicações de estupro em  Bideford e o homem foi obrigado a ficar dentro de casa por duas semanas para evitar represálias.

Loder admitiu ter pervertido o normal curso da justiça e como consequência foi presa por seis meses. O Juiz Phillip Wassall disse:

"O homem foi localmente marcado como "estuprador" e isso causou nele angustia considerável, para além de ter sofrido ameaças dentro da comunidade e ter ficado algum tempo longe do seu emprego. Só podemos imaginar o que é ser acusado dum crime sério que pode acarretar uma sentença de 6 anos de prisão."

Jonathan Barnes (acusação) disse que Loder chamou a polícia na noite de 1 de Dezembro e disse que dois estranhos a haviam violado num  beco perto da sua casa quando ela estava a sair para uma noitada.

Mas as análises forenses no local e na sua roupa lançaram uma sombra de dúvida na sua história. Em vez de admitir as suas mentiras, ela criou, em vez disso, uma nova ficção, acusando o parceiro da sua amiga de a ter estuprado.

Ele foi capaz de provar a sua inocência com imagens do encontro que ele tinha no telemóvel. Loder tinha-lhe enviado também uma mensagem de texto com a alegação da violação no beco, o que lançou dúvidas sobre a sua versão dos eventos.

O Sr Barnes disse:

"As alegações tiveram um efeito considerável nele. Foram espalhados boatos sobre eles, e como resultado ele viu-se obrigado a viver como um recluso durante duas semanas. Ele perdeu peso durante todo este stress e teve problemas de sono."

Greg Richardson, advogado de defesa, disse o seguinte em relação a Loder:

"A sua vida era um sonho completo, e ela convenceu-se de que havia sido estuprada. Ninguém sabe o que se passava na sua cabeça, mas algo na sua cabeça dizia que ela havia dito "Não". Ela diz que a situação na qual ela se meteu foi o ponto mais baixo da sua vida. Ela deseja também pedir desculpas sinceras ao homem".

Fonte

Tradução Tradicionalíssima

* * * * * * *

Arrependimento não é estupro. 

Fonte: http://tradicionalissima.blogspot.com.br/2013/10/ma-jovem-mae-foi-presa-por-ter-feito.html

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...