Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

sábado, 5 de outubro de 2013

O Feminismo é um câncer ideológico


A pseudo "cura" Feminista é pior do que a suposta "doença" machista - Precisamos derrotar o Câncer do Feminismo. As feministas sempre falam do Câncer de Mama. Mas o que é um Câncer? O Câncer é uma doença como o feminismo: Um conjunto de células que se multiplicam descontroladamente, culminando com a destruição e morte do Organismo. Houve um crescimento descontrolado do feminismo, que se alastrou como um câncer na sociedade, tirando dos homens e das crianças seus direitos, sua dignidade, seus recursos e até as suas vidas. É preciso uma reparação, é urgente que nós contra-ataquemos o câncer feminista antes que o organismo social pereça.
As feministas que castram os homens em seus direitos e sua auto-estima roubam deles algo inestimável e insubstituível: a dignidade humana. As feministas se negam em ver nos homens seres humanos iguais a elas. Para as feministas, os homens são sub-humanos, bestas de cargas, animais estupradores que não devem ter direito nenhum, nem de reclamar. Nós precisamos recuperar de volta o lugar que merecemos na sociedade, precisamos restaurar o Patriarcado que foi extinto pelo feminismo. As feministas já provaram que elas são incapazes de liderar a sociedade, e só promovem a putaria, o nudismo, o aborto, a pornografia, as orgias, o ateísmo, o lesbianismo, o infanticidio, a prostituição, o homossexualismo, a pedofilia. Todas essas devassidões morais estão ocorrendo hoje em dia porque as feministas derrubaram o Patriarcado e instituiram o Matriarcado Feminista no seu lugar. O Patriarcado não existe mais, ele só existe como uma simulação neurointerativa que nós podemos chamar de Matrix ou de Feminismo. O deserto do mundo real é a degeneração da imoralidade feminista, a promoção das orgias e de tudo o que é podre, sujo e depravado. As feministas roubaram dos homens o seu lugar de liderança na sociedade. Agora, são elas que lideram e vejam só os estragos e as barbeiragens que elas estão fazendo. Vai levar tempo até nós consertarmos os estragos que elas fizeram na humanidade. Em alguns países da Europa a queda de natalidade foi tão intensa, que a taxa de fertilidade já é menor do que um filho por mulher, tornando irreversível a extinção de vários países europeus em algumas décadas. Precisamos impedir que elas destruam o Brasil como fizeram com a Europa e o Leste Europeu. E mais: precisamos consertar os estragos que elas fizeram. O Feminismo é uma doença, é um câncer e nós, anti-feministas, somos a cura. Nós somos o anti-corpo que combate o vírus mortal do feminismo. Nós já iniciamos o contra-ataque contra o feminismo e nós não pararemos mais até varrê-lo da face da Terra e limpar o nosso país da imundície feminista. O caminho é longo, e nós estamos apenas no começo de nossa jornada, mas uma caminhada de mil passos, começa com um único passo. Este site, os livros e outros sites amigos são o primeiro passo. Já são várias pessoas físicas, jovens, homens e mulheres decentes que já perceberam a perversidade e imoralidade inerentes ao feminismo e já estão lutando para combater e desmascarar as mentiras feministas. A esse passo se seguirão outros: Em breve abriremos uma ONG, uma Associação, uma pessoa júridica sem fins lucrativos para nos auxiliar no combate e erradicação da peste do feminismo. Já tivemos algumas vitórias contra as Marchas das Vadias; mas a estrada será longa e tortuosa. As forças demoníacas do feminismo estão se reagrupando para preparar um contra-ataque. É inevitável que soframos algumas derrotas nessa cruzada, nessa guerra santa que estamos empreendendo; mas não devemos desanimar, porque o importanto não é ganhar todas as batalhas, mas sim vencer a guerra no final. E nós precisaremos de muita luta e muito tempo para completar a obra ciclópica de derrotar o gigante do feminismo. Mas por que eu estou escrevendo isto? Eu peço aos meus leitores, aos homens, jovens, de qualquer idade, mulheres decentes, que não se desanimem com as tormentas que o feminismo fará se abater sobre nós, porque elas já estão preparando o contra-ataque, usando como sempre de todos os seus truques sujos, artimanhas, mentiras, falácias, falsas denúncias, guerra de processos judiciais e eu não duvidaria nem de assassinatos, basta nos lembrarmos da Feminista Valerie Solanas, que tentou assassinar Andy Warhol. Mas nós deveremos nos manter firmes, serenos, calmos e confiantes na vitória final da nossa causa, porque é como o Silvio Santos disse em um famoso video: "O mal pode vencer por um curto período de tempo; mas o bem sempre vence o mal, no final". E no final, nós derrotaremos o feminismo e o varreremos para o esgoto da história, para as profundezas do inferno, onde as feministas farão companhia a seus amigos e lideres: Hitler, Stálin, Pol Pot, Andrea Duvorkin. Nós já derrotamos antes o irmão gêmeo do Feminismo: o Comunismo. E já derrotamos também o primo do feminismo: o nazismo. Por que haveriamos de pensar que não conseguiremos também derrotar o feminismo? O antifeminismo ainda é pequeno, como uma semente de mostarda. Mas a semente de mostarda, apesar de ser tão pequena, dá origem a uma árvore gigantesca. Nós precisamos confiar e ter fé na vitória do bem, do justo, do correto e do decente, que é o que defendemos aqui. É impossivel ver a árvore na semente, mas você pode semeá-la na terra - isto é o que faz um homem de fé.
Semente de mostarda: O antifeminismo hoje




Árvore de Mostarda: O Antifeminismo amanhã










Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...